Dose Diária
Do Mais Goiás

O que esperar de 2021

Saiba a previsão de mais de 50 especialistas segundo a The Economist para o ano de 2021.

Fonte: Internet

A The Economist fez uma pesquisa com mais de 50 especialistas sobre: O que podemos esperar desse ano de 2021.

Separei alguns pontos importantes visto que a matéria é um pouco extensa mas, convido você caro leitor, a formar suas próprias opiniões.

Trabalho remoto em grande ascendência: Os humanos querem se socializar novamente, mas o trabalho remoto basicamente permanecerá o mesmo.  Vamos simplesmente continuar a trabalhar online a partir de nossas casas cada vez mais adaptadas e com reuniões em lugares divertidos e diferentes para socializar e conectar.

Escritórios fecham com uma porcentagem muito alta e esse modelo retrógrado é tomado por tecnologias destrutivas.  A cada dia teremos mais assistentes digitais para trabalhar de forma eficiente.

A produtividade não depende mais de um chefe que te orienta. Agora, será medida por meio de plataformas, KPIs e tempos eficientes. A forma de contratação de pessoal é repensada. Contratar os melhores do mundo hoje é mais fácil, barato e eficiente. Hoje, somos todos globais.

Antecipação da transformação tecnológica: O turismo de trabalho praticamente desaparece. Viagens, congressos ou reuniões de trabalho nunca voltarão a ser como eram, se puderem ser feitos online. As chamadas se tornam chamadas de vídeo, painéis internacionais em painéis online.

O turismo para entretenimento retorna plenamente fortalecido no segundo semestre de 2021, sempre acompanhado de muita tecnologia na sua operação, desde a compra, a operação e as experiências a serem recebidas. As pessoas apreciam mais do que nunca visitar o natural, mas com soluções altamente tecnológicas.

A educação nunca mais voltará a ser igual. Torna-se cara a cara, mas tecnologicamente adaptável. Escolas e universidades são transformadas em um esquema híbrido para sempre.

Tudo o que é repetitivo torna-se virtual e em regime de assinatura.  De igrejas, arte, academias, cinemas, entretenimento.  Às vezes iremos para coisas físicas mas os números não darão para manter as infraestruturas físicas que tínhamos antes.

O sistema médico adaptado ao digital com tecnologia remota para sempre.  Uma consulta médica por teleconferência será normal.

E-Commerce continua a crescer, mas fecha um percentual de 50% das lojas físicas globais.  As lojas sobrevivem graças ao fato de serem experiências e showrooms, mas o comércio real no final de 2024 será maior online do que presencial em muitas áreas.

Os grandes problemas como educação, saúde, energia, segurança, política, destruição da classe média, ganham destaque e as soluções são desenvolvidas por empresas de tecnologia.

A reciclagem está voltando muito mais forte depois de um ano de desperdício incontrolável, agora com grandes tecnologias que realmente iniciam e resolvem os problemas gerados no passado.

Aumento no consumo de notícias oriundas de empresas confiáveis e transparentes: Novos modelos de informações e notícias por assinatura com mais transparência ajudarão a disponibilizar conteúdo sem tantas “notícias falsas” Credibilidade e transparência serão a pedra angular de todas as empresas.  As pessoas estão cansadas de tanta informação e preferem sistemas habilmente selecionados para interagir.  A imediação continuará a ser altamente valorizada.

Saúde mental e estilo de vida saudável será o auge: A saúde mental torna-se um tema recorrente e grandes plataformas ajudam as pessoas a enfrentar as situações de agressividade, solidão e angústia que vivenciaram durante o isolamento.  Um dos grandes custos de 2020 é a complicação de trabalhar em equipe novamente.  Muito trabalhar, muito a repensar.  As crises de liderança nas empresas serão mais comuns a cada dia.

Tudo vai para o natural e saudável.  Alimentos, experiências e forma de interação.  100% natural é hoje.  Produzir a própria comida, meditar e se exercitar, passa a fazer parte do dia a dia.  A permacultura e os sistemas de produção pessoal eficientes estão crescendo exponencialmente.  Todo mundo quer ser capaz de satisfazer suas necessidades pessoais de alimentação saudável.  Consumir local, mas real.  Ser mais saudável é o “novo luxo”.

O mundo está vendo este ano como um novo começo.  Um renascimento.  As pessoas vão repensar seus objetivos pessoais, de trabalho, saúde, dinheiro e espirituais.  Grandes oportunidades estão surgindo para satisfazer todos esses requisitos e mudanças de pensamento.  Um novo começo com valores mais reais.  Muitos comportamentos são transformados e nunca mais voltarão.  Acumular, consumir e viver pelo material vai para o lado negativo da conversa.

A inovação, a tecnologia, o pensamento natural e lateral são a base da nova realidade.  Continuar fazendo o mesmo sem repensar em 2021 é ir direto para a garganta.  Todos estão a tempo de encontrar novos caminhos.  As diretrizes estão definidas.  Você apenas tem que encontrar as novas rotas pessoais ou comerciais.

 

Fonte: The Economist