Coluna da Tainá Borela
Do Mais Goiás

Valéria Pettersen avalia deixar Prefeitura de Goiânia

A vereadora de Aparecida de Goiânia foi empossada na semana passada como Secretária de Relações Institucionais da administração de Rogério Cruz

Nomeada há 7 dias, Valéria Pettersen não teria ido à pasta em que é titular
Valéria Petersen assumiu Relações Institucionais em Goiânia (Foto: Reprodução)

Recém empossada como Secretária das Relações Institucionais da Prefeitura de Goiânia, a vereadora de Aparecida de Goiânia, Valéria Pettersen (MDB), avalia deixar o cargo no Paço Municipal. A coluna apurou que a emedebista tem dito a interlocutores que se sente incomodada com o rompimento do seu partido com o Republicanos e que acredita que seu trabalho na Câmara Municipal de Aparecida de Goiânia atenderá melhor sua base de eleitores. Valéria, que construiu uma carreira política ao lado de Maguito Vilela, quando foi Secretária de Captação e Projetos Especiais durante os mandatos do emedebista em Aparecida de Goiânia, também tem uma relação estreita com o atual prefeito da cidade, Gustavo Mendanha. Ela chegou a ser cogitada para assumir a Secretaria de Educação de Goiânia após a debandada do MDB da Prefeitura, mas sua nomeação foi barrada pelos dirigentes do Republicanos nacional. A indicação dela para a Secretaria de Relações Institucionais partiu do presidente do diretório estadual do Republicanos, o deputado federal João Campos, e do deputado estadual Pastor Jeferson Rodrigues, que avaliam que Pettersen é uma gestora capacitada e com boas relações nos ministérios em Brasília.

Sem contato
Outro ponto que tem incomodado Valéria Pettersen é o fato de o prefeito Rogério Cruz não tê-la contatado, nem pessoalmente, nem por telefone. A emedebista foi nomeada na semana passada, no dia 13 de abril.

Popular
A atuação da primeira-dama de Goiânia tem chamado a atenção de servidores do Paço Municipal e da imprensa. É que Thelma Cruz tem aparecido constantemente em eventos da Prefeitura e nas redes sociais do marido, o prefeito Rogério Cruz (Republicanos).

Comandante
Thelma, que não tem cargo na Prefeitura, está comandando lives transmitidas pelos perfis oficiais da estrutura. Coube a ela, por exemplo, a transmissão do balanço dos 100 dias de gestão ao lado de Rogério Cruz.

Mirem-se no exemplo
A primeira-dama também tem dado ideias de programas – todos com foco social -, a exemplo do Pão Nosso. A ideia, porém, não é nova: lembra o antigo Pão e Leite, idealizado por Maguito Vilela quando governador (1995-1997). Todas as ações são compartilhadas nos perfis de Thelma, das pastas da administração e do prefeito nas redes sociais.

Aos moldes de Dória
Nesta terça-feira, Thelma resolveu vestir o uniforme dos servidores da Comurg, em uma agenda de plantio de mudas. A ação foi exaustivamente registrada em fotos que foram para as redes sociais. Pelo visto, a atual gestão terá uma primeira-dama ativa. Ou seria uma estratégia para desviar a atenção do sumiço de Rogério Cruz, que tem quebrado a cabeça para reestruturar o Paço após a debandada emedebista?