Coluna da Tainá Borela

Caiado e Daniel dão mais um passo e anunciam aliança nesta semana

Evento para anunciar aliança do MDB com Caiado vai ocorrer no Tatersal de Elite, em Goiânia, na sexta-feira

Caiado e Daniel dão mais um passo e anunciam aliança nesta semana
Caiado e Daniel dão mais um passo e anunciam aliança nesta semana (Foto: Divulgação)

Após a deliberação da executiva estadual do MDB a favor da união com o governador Ronaldo Caiado (DEM) para as eleições do ano que vem, o presidente do partido, Daniel Vilela, e o democrata darão mais um passo nesta semana e vão selar de vez a aliança dos partidos em um “encontro partidário” no Tatersal de Elite, em Goiânia, na próxima sexta-feira (24). Com a presença de Caiado, a expectativa é que o governador anuncie Daniel como o seu candidato a vice, mas o anúncio não deve ocorrer ainda para não haver mais descontentamentos dentro da base caiadista pelo menos por enquanto. Foram convidados deputados estaduais do MDB, vereadores de Goiânia e do interior, além de presidentes de diretórios, prefeitos, vice-prefeitos e lideranças emedebistas de todo o Estado.

Ir para campo

Além de Daniel, cogita-se também o ex-ministro Henrique Meirelles (PSD) na chapa de Caiado. O pessedista foi convidado pelo governador para um café da manhã no Palácio das Esmeraldas, no último sábado. Meirelles tem discutido com apoiadores a execução de uma agenda de pré-campanha pelo Estado já neste ano.

Reivindicação

A Secretária Executiva da Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres de Goiânia, Ludmilla Rosa, foi exonerada na manhã desta segunda-feira. Nos bastidores a conversa é que o partido ao qual Ludmilla é filiada, o Avante, pediu o cargo. O porém é que a secretária foi indicada pela equipe de transição de governo, à época liderada pelo MDB, e não pelo presidente estadual do Avante, Thialu Guiotti.

Destino

A atual secretária da pasta, a ex-vereadora Tatiana Lemos, e Thialu devem substituir a cientista política Ludmila Rosa pela advogada Carolina Pena, esposa do advogado eleitoral do Avante, Bruno Pena.

Sem atritos

A Câmara Municipal está correndo para aprovar o Código Tributário sem grandes alterações. E, em contrapartida, o Paço está correndo pra apresentar estudo de impacto do novo formato do IPTU pra evitar judicialização, já que o estudo é requisito para aprovação da lei. Se tudo sair conforme planejado, a Câmara vai aprovar o projeto nesta semana para valer no ano que vem.

Aquecimento

A votação do Código Tributário é um teste para o envio do Plano Diretor nos próximos meses.