Coluna da Tainá Borela
Do Mais Goiás

Baldy avalia que diálogos com Caiado vão se intensificar com a presença de Lissauer no PP

Para ele, filiação do presidente da Assembleia Legislativa de Goiás é "uma importante estratégia"

é
é "uma importante estratégia" (Foto: Reprodução)

O presidente do diretório estadual do PP, o ex-deputado federal Alexandre Baldy, afirmou nesta semana que a filiação do presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, Lissauer Vieira, ao seu partido é “uma importante estratégia”. “É um grande quadro revelado pela política goiana dos últimos anos. Ele vem trazendo a expectativa do PP para que tenhamos chapa competitiva para deputados estaduais, federais e, é claro, para que tenhamos quadros para apresentar nas chapas majoritárias”, argumentou. Baldy avalia que a presença do deputado estadual no partido ajudará para intensificar o diálogo com o governador Ronaldo Caiado (DEM), que se distanciou da cúpula do PP no início do ano após episódio de desentendimento com o pepista. “A discussão com Caiado se intensificará e com a presença do Lissauer dará mais força para que o partido participe dessa posição majoritária”. A intenção do PP goiano é cacifar Baldy para a vaga ao Senado na chapa do governador.

Estratégia

Já é tradição no PP anunciar qual candidato a governo vai apoiar apenas no último dia das convenções, que só vão ocorrer em agosto do ano que vem. Até lá, a avaliação do meio político é que Baldy vai usar a presença de Lissauer como carta na manga para as negociações com Caiado.

Pós feriado

Fontes governistas contaram à coluna que Caiado e o presidente do MDB, Daniel Vilela, devem anunciar a aliança entre os partidos logo após o feriado de 7 de setembro.

Salvo conduto

Mesmo com a decisão de Daniel tomada em relação à união com Caiado, a assessoria do prefeito Gustavo Mendanha afirmou que ele ainda vai levar a carta que pede candidatura própria do MDB para ser protocolada no diretório estadual.

Na batalha

O ex-senador Wilder Morais (PSC), que também tem pretensões à vaga de Senado na chapa de Caiado, contou a aliados próximos que começará a fazer uma agenda de entregas de suas emendas, remanescentes da época em que esteve no Senado, pelas cidades do interior de Goiás .