Comportamento

Seja seu melhor clichê

Todas as coisas boas da vida são clichês. T O D A S!


Altemar Santos
Do Mais Goiás | Em: 01/06/2016 às 14:38:00


Todas as coisas boas da vida são clichês. T O D A S!

Arroz com feijão, viajar, respirar, chocolate quente em dia frio, praia no verão, sorvete no domingo, cinema com o namorado, amar, casar, ter filhos, abraçar apertado quando está com saudade, abraço de mãe, aconchego de pai, viajar, fazer o que se gosta. Todas, t o d a s as coisas deliciosas da vida, que fazem o coração bater feliz – ainda que não percebamos – são clichês.

Um dia um amigo me mostrou uma tatuagem com o nome da sobrinha – Sophia – na parte externa do braço, e quando eu a encarei pra ver os detalhes, ele disse: “é clichê, eu sei” (o nome, a tatuagem e o local escolhido para gravá-la), e eu perguntei: E o que é que tem?

E eu te pergunto agora, o que é que tem se você é um clichê ambulante? Se é um previsível que ama cantar a música favorita embaixo do chuveiro, que pede a namorada em casamento ajoelhado, se faz macarronada para os filhos no domingão, se coleciona cartões postais de onde vai, se tatua declarações de amor, ou até mesmo nomes amados, se raspa o cabelo numa quarta comum na esperança de recomeçar a vida do zero a partir da careca, se fotografa pra passar a vida, se compõe música para namoradinha do colégio, se tem uma banda de rock mesmo sem com ela obter grana porque ela o faz sentir-se vivo, se compra a melhor lingerie para a noite de núpcias, se sonha em se casar de branco, se se joga no chão para brincar com cão, com o filho, com o amigo. E daí se tudo que você faz é um clichê com C maiúsculo? Que você seja, e “seja de propósito.”

Que você não tenha medo da besteira que às vezes ser feliz parece se transformar. Que você não hesite em ser o primeiro a calar-se em uma briga. Valorizar mais uma relação que o ego é um dos clichês mais sábios que existem. Que você não perca sua verdade mesmo que os clichês que moverem o mundo ao seu redor sejam diferentes dos seus. E que você não desista dos seus adorados clichês por descobrir que através deles, a criança que um dia você foi, se faz eterna.

Que você seja seu maior clichê, sua melhor história a ser contada e repetida, e que quando as durezas da vida te pegarem pelo colarinho, você ainda encontre nos olhos de seus demônios um novo motivo para resistir e seguir.


Publicidade