Comportamento

O valor do perdão

Retome seus laços


Altemar Santos
Do Mais Goiás | Em: 11/05/2016 às 15:03:42


Perdão é uma corrente quebrada entre um pé e uma coluna. É uma algema destrancada, um nó desamarrado, um copo de água em um dia escaldante, um leite quente com toddy em uma noite sombria. Perdão é o ar entrando pelos pulmões.

Vivemos em dias tão agitados e exaltados, que pouco nos lembramos do perdão ou de tudo que pode ser bom que está ao redor. É tanta preocupação com o julgamento do certo e errado, da vitória de cada opinião, queda de um, ascensão de outro, que antes de nos perdermos um dos outros, estamos nos perdendo de nós mesmos.

É preciso estar atento pra vida aqui fora. É preciso acompanhar as noticias, procurar se informar, lutar por direitos conquistados e preservar nosso lugar ao sol. Mas é preciso, mais que tudo, estar atento para a vida aqui dentro. Para o silêncio que você não ouve, a corrida que você não pausa, e teu próprio tempo de assimilação, que você não mais vê.

Pare. Inspire. Respire. Sinta o ar entrando pelos pulmões. Sinta o gosto amargo das mágoas carregadas, desde as pequenas às gigantes. Respire de novo. Relembre o valor do perdão.

Jogue fora o dissabor, a lembrança dolorosa que não mais te acrescenta. Reata a amizade perdida por legendas, abrace o amor perdido para a incompreensão. Perdoe a si pelo egoísmo, pela necessidade de razão, pelo ego maior que o mundo, pela vontade maior que a calma, pelo apoio à incredulidade diante da fé.

Perdoe.

Respire.

A vida é mais que seu post no Facebook e sua foto no instagram. Mais que as 150 visualizações no Snapchat. Mais que a razão no debate, mais que o Impeachment. A vida é maior que você, seus problemas e o quintal da sua casa.

Abra a porteira do seu céu, liberte suas estrelas, e com olhar de fé e o pulmão recarregado de perdão por si, pelos outros, com amor, recomece.


Publicidade