Ton Paulo
Do Mais Goiás

Black Friday teve movimento abaixo do esperado nos shoppings de Goiânia

Ao Mais Goiás, lojistas relataram um fluxo morno de clientes, mesmo com descontos de até 50% de seus produtos

Apesar das expectativas, o movimento na última sexta-feira (27) de Black Friday nos shoppings de Goiânia e Região Metropolitana, que tiveram que se readaptar e implantar medidas de segurança contra o coronavírus, foi relativamente moderado e ficou até abaixo do esperado. Ao Mais Goiás, lojistas relatam um fluxo morno de clientes, mesmo com descontos de até 50% de seus produtos.

A consultora líder do Buriti Shopping, em Aparecida de Goiânia, de uma famosa loja de cosméticos, Eva Carvalho, relata que o movimento está abaixo do que era esperado e atribui ao fluxo reduzido à pandemia e seus efeitos. “Acho que as pessoas estão se segurando mais, porque a gente não sabe o que pode acontecer amanhã”, diz, se referindo às consequências do coronavírus sobre a economia.

“A pessoa entra na loja, tem um monte de promoção, mas a pessoa vem pra um produto e leva só aquele produto. Entra um cliente, outro, mas nada do que a gente estava esperando. Nada comparado ao ano passado”, revela Eva, que informou ter concedido descontos de até 50% nos produtos de beleza.

Já Silvia Ally, gerente de uma loja de roupas com unidade no Goiânia Shopping, afirma que o movimento está entre bom e mediano, mas bem abaixo do comum para a época. “Devido ao período que a gente está vivenciado, [o movimento] está bem moderado. Mas o shopping está bem movimento pra um período que a gente está vivendo”, diz a gerente, cuja loja oferece descontos de até 20% nesta pandemia.

O vendedor Marcos Vinícius, de uma famosa marca de roupas e calçados, localizada no Shopping Flamboyant, afirmou que já esperava um movimento abaixo da média, devido ao momento atípico de pandemia. No entanto, mesmo com as expectativas realistas, Marcos diz que as metas da loja não foram atingidas na Black Friday.

O vendedor atribui o fato ao aumento das compras virtuais. “Nós temos um site muito forte. Então, devido à pandemia, as compras online vieram aquecendo muito”, pontuou. Segundo Marcos, o movimento no shopping estava grande, mas não de compradores.

“O shopping em si estava explodindo, muito cheio. Mas movimentação de pessoas efetuando compras, estava moderado”, concluiu.

Proteção contra o coronavírus

Questionada sobre as medidas adotadas contra o vírus causador da covid-19, a assessoria do Buriti Shopping afirmou que está cumprindo todas as medidas para garantir a segurança do seu público e segue o protocolo da Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce), realizado em parceria com a área de consultoria do Hospital Sírio Libanês. Entre as principais: aferição de temperatura, uso obrigatório de máscaras, inclusive para crianças acima de 2 anos, disponibilização de álcool em gel em todas as áreas comuns, além da limpeza e sanitização frequente dos ambientes.

Já o Goiânia Shopping afirmou que movimento, durante todo o dia, foi constante. “Em alguns momentos, chegou próximo à lotação máxima permitida pelo decreto municipal, que é de 50% da capacidade do shopping, que segue cumprindo todas as exigências do poder público”, disse.

A reportagem do Mais Goiás também entrou em contato com o Shopping Flamboyant. Segundo o shopping, neste ano, o Flamboyant trabalhou com o conceito Black Week, ou seja, não foram descontos concentrados apenas na sexta-feira, mas sim ao longo da semana de 23 a 29 de novembro. “Nosso intuito foi o de evitar que os visitantes tivessem apenas um dia na semana para as compras. Com isso, dividimos esse fluxo, para proporcionar maior conforto e segurança para todos nesse momento”.

Na sexta feira (27/11), foi feito o horário estendido das 09h às 23h. “Entendemos que a ampliação dos dias de desconto e o horário estendido na sexta-feira fizeram com que o consumidor se programasse e aproveitasse as promoções com mais tranquilidade e segurança. De todo modo, reforçamos mais uma vez, que seguimos cumprindo todas as exigências dos órgãos de saúde, tais como o uso de máscaras, a higienização das mãos e o distanciamento entre as pessoas”, afirmou o shopping.

Veja abaixo imagens da movimentação nos shoppings:

Buriti Shopping | Foto: Jucimar de Sousa

Goiânia Shopping | Foto: Jucimar de Sousa

Shopping Flamboyant | Foto: Jucimar de Sousa