Do Mais Goiás

Bebê é salvo de engasgo por agentes penitenciários, em Luziânia

A criança estava com as vias respiratórias obstruídas por um líquido E Os agentes realizaram Manobra de Hainish

Bebê é salvo de engasgo por agentes penitenciários, em Luziânia
Bebê é salvo de engasgo por agentes penitenciários, em Luziânia

Na manhã da última quinta-feira (29), um bebê foi salvo de um engasgo por agentes de Segurança Prisional (ASP) do Grupo de Intervenção Tática (GIT). O caso aconteceu na cidade de Luziânia, que fica no entorno do Distrito Federal.

A criança estava com as vias respiratórias obstruídas por um líquido. Os agentes realizaram Manobra de Heimlich e, após dois minutos, o bebê voltou a respirar. Após os primeiros socorros, equipe acompanhou a mãe e a criança até a Unidade de Saúde da cidade.

A mãe foi até a unidade prisional pedir por socorro. “Ao chegarmos ao local encontramos um a criança já com a coloração roxa. A mãe do neném nos informou que a criança se engasgou ingerindo um alimento líquido achocolatado”, afirma Lazaro André, coordenador do grupo que prestou atendimento.

Segundo o coordenador da 3ª Regional Prisional da Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), Josimar Pires, o estado de saúde da criança é bom e ela está em casa sob os cuidados dos pais.

Treinamento

Lazaro André ressalta que o treinamento dos agentes acontece diariamente e isso permite o aprimoramento de técnicas de segurança. “Como não é a primeira vez que a sociedade nos pede socorro nossa, buscamos capacitar para auxiliar em diversas situações de salvamento em respeito às necessidades também da comunidade”, disse.

Atualmente, servidores do GIT do Entorno integram o corpo de agentes da Cruz Vermelha e participaram de cursos oferecidos por outras forças militares, a exemplo do Corpo De Bombeiros.

 

*Com informações da DGAP