Assédio

BBB 20: Polícia Civil entrega intimação para Petrix na Globo e brother poderá deixar a casa

A Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Jacarepaguá apura casos de assédio dentro da casa do reality show


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 03/02/2020 às 18:24:00

(Foto: Reprodução/Rede Globo)
(Foto: Reprodução/Rede Globo)

A Polícia Civil do Rio de Janeiro abriu uma investigação para apurar os casos de assédio envolvendo o ginasta Petrix Barbosa no BBB 20. Na tarde desta segunda-feira (3), representantes da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Jacarepaguá foram à Rede Globo para entregar uma intimação ao departamento jurídico da emissora.

As informações são do site Hugo Gloss. Segundo a publicação, o brother tem até sexta-feira (7) para deixar o confinamento e prestar depoimento nos casos de assédio envolvendo Bianca Andrade – a Boca Rosa – e Flayslane. Caso ele deixe a casa no Paredão desta terça-feira (4), a Polícia Civil afirmou que ele será ouvido logo após a eliminação.

A Rede Globo ainda não se pronunciou sobre o caso.

As atitudes do ginasta com as participantes não foram consideradas assédio pela produção do programa. A equipe do BBB 20 decidiu não punir Petrix, dando-lhe apenas uma advertência verbal. O caso, entretanto, movimentou as redes sociais, que têm agido em massa para eliminar o ginasta do reality show.

*com informações do Hugo Gloss