Barbearia: da periferia para endereços nobres

Fegobel+ 2017 terá palco exclusivo com cortes, cursos e a primeira edição da Batalha de Barbeiros no Centro-Oeste


Karla Araujo
Do Mais Goiás | Em: 13/06/2017 às 16:42:17

Nicho de barbearias cresceu e caiu no gosto do consumidor e dos profissionais de beleza (Foto: Divulgação)
Nicho de barbearias cresceu e caiu no gosto do consumidor e dos profissionais de beleza (Foto: Divulgação)

Os homens não estão mais no segmento de beleza apenas como profissionais, mas também como consumidores e é crescente a oferta de produtos e serviços para eles, principalmente após o boom das barbearias.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) anualmente são movimentados cerca de R$ 15 bilhões no setor de cosméticos, dos quais 37% são de produtos para homens. O mercado de beleza brasileiro, antes dominado por consumidoras, agora divide cada vez mais espaço com os homens, mantendo o Brasil entre os três maiores consumidores do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos e Japão.

Diante disso, a Fegobel+ 2017 dedica um palco exclusivo para barbearia, um dos nichos do mercado de beleza que mais cresce, e onde serão realizadas demonstrações constantes, cursos, workshops e, no dia 20 de junho a partir das 13h, a primeira edição da Batalha de Barbeiros no Centro-Oeste, que vai escolher o melhor profissional da região.

“Por causa do boom de barbearias que Goiânia vive, nós quisemos trazer mais um nome de referência para apresentar ao nosso mercado o que há de referência na barbearia artística”, afirma Marcelino Vitor Lucena, presidente do Sindibeleza Sindicato dos Proprietários de Barbearias, Institutos de Beleza e Afins do Estado de Goiás (Sindibeleza-GO).

A inscrição custa R$ 50 e dá direito ao barbeiro de participar em três categorias. A primeira delas é a Desenho, na qual os participantes executam cortes de cabelo com um tema pré-determinado pela produção e divulgado na hora do evento (50 minutos). A segunda categoria é a Tradicional com cortes de cabelo clássicos e temática livre (25 minutos) e a terceira é a Barba Express (10 minutos). A premiação para as categorias Desenho e Barba Express são 1 Máquina Wahl + 1 Tesoura Jaguar (Surya) e a categoria Tradicional terá premiação de uma Cadeira Reclinável Barbeiro Dallas (Make One).

Criada por Erica Nunes, carioca que chegou a morar nas ruas na adolescência e se tornou a “madrinha dos barbeiros”, a competição dá destaque à barbearia, uma marca do estilo de vida das periferias e é um dos pilares da cultura popular das periferias, assim como o passinho, o rap e o samba. “A barbearia artística é uma forte expressão para muitos jovens e profissionalização para outros. Quando pensamos no passinho, por exemplo, não é só um estilo musical, mas um modo de se vestir, de pensar, se comportar e o corte de cabelo é um dos primeiros artifícios para a busca dessa identidade”, afirma ela.