PINGA E PÊLOS

Bar clandestino funcionava nos fundos de pet shop; veja o vídeo

Os clientes entravam pelo pet shop e acessavam o bar por uma entrada lateral. No local, estavam bebendo e comendo tira-gostos normalmente


Fabricio Moretti
Do Mais Goiás | Em: 30/06/2020 às 13:01:46

Os clientes entravam pelo pet shop e acessavam o bar por uma entrada lateral. No local, estavam bebendo e comendo tira-gostos normalmente
Os clientes entravam pelo pet shop e acessavam o bar por uma entrada lateral. No local, estavam bebendo e comendo tira-gostos normalmente

Com o isolamento social causado pela pandemia do novo coronavírus, diversos estabelecimentos por todo Brasil estão de portas fechadas. Mas isso não impediu o proprietário de um bar em Petrópolis, Rio de Janeiro, de abrir o comércio. A Guarda Civil do município descobriu que um pet shop vizinho estava aberto apenas para os frequentadores do bar terem acesso ao estabelecimento.

Os guardas civis suspeitaram da irregularidade após ver o pet shop aberto à noite sem clientes e sem vendedores. A porta do bar ao lado estava fechada por causa da proibição de funcionamento para tentar diminuir a taxa de contágio do coronavírus. Mas o bar funcionava normalmente.

Os clientes entravam pelo pet shop e acessavam o bar por uma entrada lateral. Dentro do bar, clientes estavam consumindo bebidas alcoólicas e tira-gostos normalmente. No vídeo compartilhado nas redes sociais, é possível ver pelo menos nove pessoas, entre clientes e funcionários, em um espaço de cerca de 20 metros quadrados. Ninguém no local estava usando máscara para evitar a transmissão do coronavírus.

Os dois comércios tem um mesmo dono, apesar de ter apenas um alvará. O proprietário do bar e do pet shop foi autuado pela Prefeitura de Petrópolis e terá que pagar uma multa de R$ 800. Os estabelecimentos também foram fechados.

Coronavírus em Goiás

Enquanto no Rio de Janeiro um pet shop estava aberto somente para clientes de um bar, nas últimas 24 horas Goiás registrou 1.180 novos casos de coronavírus, de acordo com boletim divulgado na tarde da última segunda-feira (29) pela Secretaria Estadual de Saúde. O recorde é de 1.297 em um só dia.

No total, já são 23.192 pacientes contaminados desde que a contagem começou, em março deste ano. Há outros 57.359 casos sob observação e 28.294 descartados.

A Secretaria de saúde informa que 437 pessoas morreram no Estado depois de contrair o vírus. Há 43 óbitos sob análise e 419 descartados. Em Goiânia, o número de casos confirmados saltou de 6.125 no domingo para 6.655 na segunda-feira.

Vídeo: ’Ninguém é 100% perfeito’, diz Zé Neto, ao contrair Covid-19 por furar isolamento