Operação Lava Jato

Banqueiro André Esteves é levado da sede da Polícia Federal para presídio no Rio

Antes, porém, ele passou pelo Instituto Médico Legal (IML), para fazer exame de corpo de delito.




O banqueiro André Esteves deixou na noite desta quinta-feira (26/11) a sede da Polícia Federal (PF), no centro do Rio, rumo ao presídio Ary Franco, em Água Santa, na zona norte da cidade, onde continuará preso. Antes, porém, ele passou pelo Instituto Médico Legal (IML), para fazer exame de corpo de delito.

A transferência do banqueiro, da sede regional da PF, onde estava preso desde ontem (25), foi determinada na noite desta quinta-feira (26) pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Teori Zavascki.

A saída de Esteves ocorreu às 22h18, em um comboio de veículos da Polícia Federal. O banqueiro é acusado de obstruir as investigações no caso de corrupção envolvendo a Petrobras, participando de um esquema para garantir a fuga para o exterior do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, já condenado no processo da Operação Lava Jato. Pelo mesmo motivo, também foi preso em Brasília o líder do governo no Senado, Delcídio Amaral (PT-MS).

Às 22h50, o comboio com André Esteves deixou o IML rumo ao presídio Ary Franco.