Roubo a Banco

Bandidos explodem caixas eletrônicos em Goiânia e Nova Crixás

As ações aconteceram simultaneamente durante a madrugada. O caso é investigado pela Polícia Civil


Kayque Juliano
Do Mais Goiás | Em: 10/01/2019 às 10:44:02

Os locais de auto atendimento ficaram destruído após a ação dos criminosos (Foto: Reprodução/ Redes Sociais)
Os locais de auto atendimento ficaram destruído após a ação dos criminosos (Foto: Reprodução/ Redes Sociais)

Duas agências do Branco do Brasil em Goiás tiveram os caixas eletrônicos explodidos na madrugada desta quinta-feira (9). As ações aconteceram simultaneamente nas agências da Avenida Castelo Branco, em Goiânia, e em Nova Crixás, região central de Goiás. Segundo a Polícia Militar (PM), ainda não se sabe se os autores conseguiram levar o dinheiro dos caixas.

Na capital, uma testemunha que mora em frente a agência bancária relatou aos policiais que ouviu duas explosões por volta de 3 horas. Ao sair na sacada do apartamento, deparou com quatro homens saindo do banco e fugindo em um VW Gol, de cor branca. Segundo a PM, dois caixas eletrônicos foram explodidos na agência, outros quatros ficaram danificados. O local de auto atendimento ficou destruído após a explosão.

Policiais de Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam) e do Choque foram acionados para dar apoio na ocorrência. A Polícia Técnico Científica, bem como agentes do Grupo Antirroubo a Banco (GAB/DEIC), da Polícia Civil (PC) também compareceram no local para dar início a investigação.

Em Nova Crixás, cidade a 372 quilômetros de Goiânia, as explosões aconteceram no mesmo horário. Segundo a PM, ao chegar na agência bancária, que fica localizada na Avenida Tancredo Neves, os militares encontraram as portas da agência arrombadas e artefatos explosivos. Imagens de circuito interno da agência flagraram o momento em que dois homens, encapuzados, tentam arrombar um dos caixas com um “pé de cabra”.

Policias do Grupo de Patrulhamento Tático (GPT) e do Comando de Operações de Divisa (COD) foram acionados para dar apoio. Até o momento ninguém foi preso.

Confira mais imagens de como ficou a agência em Nova Crixás: