NO BRASIL

Bandeira da conta de luz passa de vermelha para amarela em janeiro

Mudança pode levar a redução no valor da fatura


Agência Brasil
Agência Brasil
Do Agência Brasil | Em: 04/01/2021 às 16:51:46

Linhas de transmissão de energia, energia elétrica (Foto: Marcello Casal Jr | Agência Brasil)
Linhas de transmissão de energia, energia elétrica (Foto: Marcello Casal Jr | Agência Brasil)

Em janeiro de 2021, a bandeira tarifária passará da vermelha – patamar dois – para a amarela. A mudança pode representar uma redução no valor das faturas, desde que o consumo de energia seja consciente.

O diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), André Pepitone, explica como funciona a bandeira tarifária.

Sonora: a bandeira tarifária é um mecanismo regulatório que tem dois objetivos: primeiro dar um sinal para o consumidor de como está o custo da geração de energia elétrica no país. Se a gente está usando as térmicas ou não. E segundo, fazer com que o dinheiro que tem que ser pago às térmicas seja arrecadado mensalmente, e não ser pago uma vez ao ano com incidência de juros.

Ao todo, as bandeiras tarifárias se dividem em três cores: a bandeira verde significa que houve condições favoráveis de geração de energia elétrica. Nesse caso, não há nenhum acréscimo de valor nas contas de luz. A amarela significa que as condições estão menos favoráveis, e são necessários reforços de outras fontes. Por isso, a cada 100 quilowatts-hora consumidos, são adicionados R$ 1,35 nas faturas.

Já a bandeira vermelha é acionada quando as condições de geração são mais custosas, e por isso é necessário um reforço maior de usinas termelétricas, por exemplo. Na vermelha patamar um, é adicionado o valor de R$ 4,17 a cada 100 quilowatts-hora consumidos. No patamar dois, esse valor sobe para R$ 6,24.

Na casa do Emerson Cotrin, a quantidade de eletrônicos usados pela família sempre deixava as contas de luz nas alturas. Quando soube que no último mês do ano a bandeira tarifária seria vermelha patamar dois, ele decidiu economizar.

Sonora: Quando foi informado o aumento de luz, nós nos juntamos para melhorar a conta. Como que a gente fez: a gente diminuiu um pouco o uso do chuveiro e a quantidade de banhos diários. Outra coisa que a gente fez também foi em relação à energia. A gente trocou a luz também para luz mais econômica, e as luzes de natal que a gente costuma deixar ligada o mês de dezembro todo a gente também cortou.

E não é que os esforços deram certo? A força tarefa realizada pela família rendeu uma economia de 5% na conta de luz de dezembro.

Ouça: