MISERY

Baixista do Maroon 5 é preso após denúncia de violência doméstica

Mickey Madden já tinha sido preso em 2016 após posse de cocaína e prestou um dia de serviço comunitário


FolhaPress
FolhaPress
Do FolhaPress | Em: 01/07/2020 às 09:12:53

O baixista Mickey Madden já tinha sido preso em 2016 após posse de cocaína e prestou um dia de serviço comunitário (Foto: Reprodução)
O baixista Mickey Madden já tinha sido preso em 2016 após posse de cocaína e prestou um dia de serviço comunitário (Foto: Reprodução)

Mickey Madden, 41, baixista do Maroon 5, foi preso na tarde de sábado (27) em Los Angeles, após uma denúncia de violência doméstica. A informação foi divulgada nesta terça (30) pelo Page Six.

Segundo o site, a detenção de Madden foi confirmada pela delegacia da cidade, que disse que o músico foi penalizado pelo código 273.5(a) da Califórnia. Esse código se refere a queixas sobre alguém que intencionalmente infligiu um ferimento traumático a um cônjuge ou pessoa com quem mora junto. O baixista não é casado e o nome da suposta vítima não foi revelado.

Mickey Madden pagou uma fiança no valor de US$ 50 mil (R$ 273 mil) e foi liberado. Ele vai responder ao processo em liberdade. Um representante do Maroon 5 disse ao Page Six que a banda está “profundamente devastada com a notícia”. “À medida que aprendemos mais, estamos encarando isso com muita seriedade. Por enquanto, estamos permitindo que todos os indivíduos envolvidos tenham espaço para resolver as coisas”, disse o comunicado.

Ainda de acordo com o Page Six, em 2016, Mickey Madden foi preso após acusações de posse de cocaína e aceitou um acordo para que a queixa fosse destituída em troca de um dia de serviço comunitário.

O Maroon 5 ainda não confirmou se vai tomar alguma atitude sobre a permanência de Mickey Madden na formação. O baixista é um dos fundadores da banda, que começou em 1994.