Do Mais Goiás

Baiocchi pretende disputar, apenas, reeleição da Fecomércio, em 2022

Atual presidente da Federação descarta sair da política classista e disputar cargos do Executivo ou Legislativo

Baiocchi pretende disputar, apenas, reeleição da Fecomércio, em 2022
Baiocchi pretende disputar, apenas, reeleição da Fecomércio, em 2022 (Foto: Reprodução / Facebook)

Apesar dos rumores de disputar um cargo eletivo no ano que vem, o presidente da Federação do Comércio do Estado de Goiás (Fecomércio), Marcelo Baiocchi, adianta que se manterá na política classista. Segundo ele, é pré-candidato a reeleição. O pleito da Fecomércio acontece em maio de 2022.

Baiocchi, contudo, ressalta que tem recebido convites de diversos partidos. Jânio Darrot (Patriota), pré-candidato ao governo do Estado, o convidou a participar do pleito. O prefeito de Aparecida, Gustavo Mendanha (MDB), que tenta viabilizar seu nome para a disputa ao Palácio das Esmeraldas, teria dito – em tom de brincadeira, segundo o presidente da Fecomércio – que se ele for candidato, quer Marcelo como vice.

“Eu, no momento, estou mais focado na federação. Fico lisonjeado em ser lembrado, mas, hoje, minha resposta é não. Com certeza serei candidato à reeleição da Fecomércio, Sesc e Senac”, garante ao portal.

Questionado sobre essas procuras, Baiocchi justifica que, por não ser filiado, se dá bem com todas as siglas. “E gosto muito da conversa política”, brinca e completa: “Todos os partidos querem formar seus quadros. É natural que haja convite para chapa.”

O presidente tem realizado agendas no de Goiás interior pela Fecomércio. Desde o início do ano, ele já esteve em Itaberaí, Itumbiara, Trindade, Aparecida de Goiânia e mais.