Eita nóis!

Azealia Banks diz que Pabllo Vittar é “artista nível C” que copia outros artistas

"Não tem o talento que acha que tem", disse a rapper norte-americana


Murillo Soares
Do Mais Goiás | Em: 15/08/2019 às 18:11:05

Azealia Banks (Foto: Divulgação)
Azealia Banks (Foto: Divulgação)

Em print publicado no Stories do Instagram, a rapper norte-americana Azealia Banks voltou a comentar sobre Pabllo Vittar. Segundo lê-se, ela acredita que a drag queen brasileira seja uma “artista nível C”. Ela acusou a cantora – e outros artistas brasileiros – de copiarem o que vêem da cultura dos EUA, ao invés de buscarem referências no próprio país.

Azealia Banks sobre Pabllo Vittar e artistas brasileiros:

Eu sinto que vários artistas brasileiros colocam um estilo forçado de ‘audição para o American Idol’ em suas artes, o que é realmente desnecessário. O Brasil tem uma cultura tão profunda, rica e única… A cultura americana é tão vazia e pobre, meu maior desejo é que a Pabllo ache sua verdadeira voz artística. Ela ainda não tem uma.

“Ela copia o que ela vê e quer exigir respeito de uma artista que trabalhou duro e literalmente sofreu para encontrar sua voz”, continuou a rapper. Banks disse ainda que Pabllo Vittar não tem “o talento que ela acha que tem”. “E dito isso, eu nunca irei abrir para essa vadia e não, eu não sinto muito”, acrescentou.

Azealia Banks se recusou a tocar antes de Pabllo Vittar no Brasil

Nesta última frase, Azealia Banks relembra a rápida e conturbada passagem que fez pelo Brasil em novembro de 2018. O show em Fortaleza não aconteceu porque a rapper recusou-se a tocar antes de Pabllo. “Eu não abrirei para uma drag queen”, disse ela à época.

Em São Paulo, ela chegou a entrar no palco, mas tocou cerca de seis músicas e foi embora. Supostamente, teriam defecado nas primeiras fileiras do show e ela teria se sentido mal devido à comida oferecida no camarim. No Instagram, ela afirmou que estava “muito cansada” por ter passado a noite toda terminando um novo EP.

Quando deixou o Brasil, publicou um texto sobre a experiência e criticou o país e os fãs brasileiros. “Não perco nada nunca mais voltando ao Brasil”, escreveu ela à época, dizendo que o mercado daqui é irrelevante, internacionalmente falando, e considerado “B-C”, não “A”.

Leia o comentário de Azealia Banks na íntegra:

7 milhões de fãs no Brasil literalmente não significam nada na grande indústria. É considerado um mercado ‘B-C’. Não um mercado ‘A’. EU NÃO FAÇO AS REGRAS. Azealia Banks é uma figura icônica na cultura feminina, gay e fashion INTERNACIONAL, e vocês vão respeitá-la ou não a terão. Eu não perco nada em nunca mais voltar ao Brasil. E acredite em mim – a forma como vocês me incomodaram… eu NUNCA MAIS irei ao Brasil. Nem mesmo para passar férias. Boa viagem. Já tive o suficiente com gays brasileiros me xingando com inglês mal falado e me implorando por sabonetes e ingressos de graça. Tentei dar o meu melhor, mas vocês se viraram contra mim por nada. JÁ CHEGA
Rapper Azealia Banks

Azealia Banks (Foto: Divulgação)