Rafael Oliveira
Do Mais Goiás

Avião faz pouso de emergência em Brasília após decolagem de Goiânia com destino a Palmas

A aeronave sofreu uma despressurização e os passageiros ficaram sem oxigênio. Ninguém se feriu

Passageiro é indenizado por perder dois voos seguidos
Passageiro é indenizado por perder dois voos seguidos

O voo AD2642 da Azul Linhas Aéreas precisou de um pouso de emergência para resolver problemas técnicos de pressurização dentro da chamada cabine de passageiros, após 15 minutos depois de decolar. A aeronave transportava seis pessoas de Goiânia (GO) para Palmas (TO) quando precisou pousar em Brasília (DF) por volta de 12h50, segundo a Inframérica, administradora do aeroporto brasiliense. A despressurização acontece quando a aeronave perde a simulação artificial de oxigênio e aciona automaticamente as máscaras de respiração. Neste caso, as máscaras não caíram. A Azul informou que nenhum passageiro se feriu.

A companhia aérea informou que o desembarque foi feito em segurança e o avião foi submetido a inspeção por mecânicos da empresa. Os passageiros seguiram viagem horas depois, segundo nota emitida pela Azul, em uma nova aeronave disponibilizada para completar o trecho.

“A Azul lamenta os aborrecimentos causados aos seus clientes e reforça que medidas como essa são necessárias para conferir a segurança de suas operações”, afirma a aérea no documento. Também em  nota, a Inframérica afirma ainda que o incidente não provou atrasos nos pousos e decolagens previstos para este domingo no aeroporto.