INTERNACIONAL

Avião cai em área residencial e deixa ao menos 56 mortos no Paquistão

Avião transportava cerca de 100 pessoas. Ao menos três sobreviventes do voo e um bebê foram resgatados dos escombros na área de impacto


Agência O Globo
Agência O Globo
Do Agência O Globo | Em: 22/05/2020 às 21:36:09

Avião cai em área residencial e deixa ao menos 56 mortos no Paquistão . (Foto: RIZWAN TABASSUM / AFP)
Avião cai em área residencial e deixa ao menos 56 mortos no Paquistão . (Foto: RIZWAN TABASSUM / AFP)

Um avião da Pakistan International Airlines que transportava cerca de 100 pessoas e ia de Lahore para o Aeroporto Internacional de Jinnah, um dos mais movimentados do Paquistão, caiu em um bairro residencial em Karachi, a quatro quilômetros do aeroporto, na manhã desta sexta-feira. Karachi é a cidade mais populosa do Paquistão, capital da província de Sindh, no Sul do país. Pelo menos 56 corpos foram retirados do local. Há dúvidas ainda se todos são de passageiros ou de algum morador.

A aeronave A320 levava 91 passageiros e oito tripulantes. Uma emissora de televisão local mostrou a imagem de um bebê, da comunidade da Colônia Modelo, em Karachi, sendo retirado dos escombros.

Pelo menos dois passageiros sobreviveram à queda. Um deles é o engenheiro Muhammad Zubair. Ele contou à emissora paquistanesa Geo News que o avião estava instável na decolagem, chegando a tocar o solo após iniciar o voo. Após 10 minutos, o piloto anunciou que daria uma segunda volta, segundo Zubair, mas caiu quando se aproximava da pista.

“Tudo o que eu conseguia ver era fumaça e fogo”, disse em sua cama no Hospital de Karachi. “Eu ouvi gritos de todas as direções, de crianças e adultos. Eu só via fogo, não conseguia ver pessoas”

Outro sobrevivente, o banqueiro Zafar Masud, conversou com autoridades no hospital, segundo informou o porta-voz do governo da província, Abdur Rashid Channa. Várias famílias chegaram a contar que foram contactadas por parentes que viajavam no avião para dizer que estavam vivos.

— Muito obrigado. Deus tem sido misericordioso — disse o passageiro, segundo a declaração do governo.

Seemin Jamali, diretor-executivo do Hospital Jinnah, que fica nas proximidades do local do acidente, disse que até o momento recebeu seis feridos e 17 corpos de vítimas fatais.

Perda de motores

Ainda não se sabe a causa do acidente. Mas, de acordo com Abdul Sattar Khokhar, porta-voz da companhia aérea, o piloto avisou à torre de comando que havia perdido o controle dos dois motores em sua segunda tentativa de pouso. O piloto do voo PK8303 havia cancelado a primeira tentativa e virado para a esquerda, sugerindo que estava fora do curso.

— Estamos voltando. Perdemos os motores — disse o piloto, segundo um controlador de voo.

Tópicos