Rei do blues

Autópsia revela que B.B. King morreu de causas naturais

Lenda do blues tinha Mal de Alzheimer e não foi envenenado, como alegavam duas de suas filhas





//

A lenda do blues B.B. King morreu de Mal de Alzheimer e outras doenças associadas com a idade, segundo revelou a autópsia divulgada nesta segunda-feira (13). O artista não foi envenenado intencionalmente, como duas de suas filhas acreditavam. As informações são da NBC News.

Karen Williams e Patty King, filhas do artista, acusaram o empresário e o assessor pessoal de B.B. King, LaVerne Toney e Myron Johnson, respectivamente, de estarem por trás do “assassinato” do pai delas. O Rei do Blues morreu em 14 de maio, em Las Vegas, aos 89 anos.

Os exames comprovaram que B.B. King sofreu complicações do Alzheimer, provocadas por problemas na artéria coronária, diabetes tipo 2, insuficiência cardíaca congestiva, hipertensão arterial e doenças cerebrovasculares.

Os testes foram conduzidos pelo condado de Clark após a denúncia das filhas de que seu pai teria sido assassinado. A Polícia Metropolitana de Las Vegas disse que iria adiar uma investigação formal para aguardar o resultado da autópsia.

Tópicos