Do Mais Goiás

Atraso em seis obras do PAC causa prejuízo de R$ 28 bilhões

Para a CNI, a dificuldade em administrar megaprojetos não é exclusividade do Brasil, mas os prazos estourados se tornaram praticamente uma regra.

emora do governo em concluir no prazo obras de infraestrutura de seis projetos incluídos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) causou um prejuízo de R$ 28 bilhões à sociedade, valor próximo do estimado que será gasto na realização da Copa do Mundo. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Segundo a Confederação Nacional da Indústria (CNI), a análise leva em conta o custo de oportunidade dos projetos, que verifica o dinheiro público aportado nas obras que ainda não gerou benefícios.

Para a CNI, a dificuldade em administrar megaprojetos não é exclusividade do Brasil, mas os prazos estourados se tornaram praticamente uma regra.

As obras analisadas foram o aeroporto de Vitória, um projeto de esgotamento sanitário em Fortaleza (Bacia do Cocó), a transposição do Rio São Francisco, a Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol), a duplicação da BR-101 em Santa Catarina e as linhas de transmissão das usinas do Rio Madeira.

A confederação também afirma que, se o País quiser aumentar a sua produtividade econômica, deveria intensificar o programa de concessões em infraestrutura.