Esportes

Atlético vence o Boa Esporte e encosta no G4

Rubronegro goiano supera o lanterna da 2ª Divisão do Brasileiro por 2 a 0, com placar construído no segundo tempo, e se aproxima do grupo das equipes que se classificam à Série A


Raphaela Ferro

Do Mais Goiás | Em: 04/07/2018 às 22:52:14


Foto: Atlético Goianiense
Foto: Atlético Goianiense

O Atlético superou o Boa Esporte por 2 a 0 nesta quarta-feira (4), no Estádio Olímpico, em Goiânia, em partida válida pela 14ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O resultado, construído não sem dificuldade, mesmo o adversário sendo o lanterna da competição, aproximou o rubronegro goiano do grupo das equipes que se classificam à Série A, o G4. Agora, com 22 pontos, o Dragão está na 6ª colocação.

As duas equipes se movimentaram bastante em campo desde o início da partida, mas criaram poucas oportunidades de gol. O que se via em campo era muita correria, de um lado a outro, mas nenhuma ação efetiva em busca de alterar o placar que se manteve 0 a 0 até o som do apito que encerrou o primeiro tempo ser ouvido. Quando finalizavam em direção ao gol, os jogadores dos dois times se mostravam distantes da efetividade.

O Boa começou a etapa final demonstrando intenção de mudar esse cenário. Bruno Santos cabeceou para fora quando o cronômetro marcava ainda 1 minuto e Bruno Tubarão chutou à distância aos 3 minutos e assustou o goleiro atleticano. Mas o Dragão acordou logo e fez o que não tinha tentado no primeiro tempo: gols.

O primeiro foi de Renato Kayzer, aos 9 minutos. André Luís cruzou na área, a bola sobrou para o camisa 11 que chutou firme, próximo à marca do pênalti, e balançou as redes adversárias. Não demorou muito para que o segundo gol saísse. Bruno Santos encheu o pé para chutar a bola pela esquerda e alcançar o 2 a 0 para o Atlético, aos 13 minutos. Mesmo sem ter domínio da partida, o Dragão não teve dificuldade para manter o resultado e até tentou ampliar, mas sem sucesso.

 

FICHA TÉCNICA

Atlético Goianiense 2 x 0 Boa Esporte

ATLÉTICO: Jefferson; Alisson, Lucas Rocha, Oliveira e Bruno Santos; Pedro Bambu, Fernandes (Rômulo) e João Paulo; André Luís, Renato Kayzer (Tomas Bastos) e João Pedro (Wesley Natã). Técnico: Cláudio Tencati.

BOA ESPORTE: Fabrício; Hélder, Rodrigo, Luan e Elivélton; Djavan, William Schuster (França), Daniel Cruz e Bruno Tubarão (Machado); William Barbio (Felipe Alves) e Manoel. Técnico: Ney da Matta.

LOCAL: Estádio Olímpico, em Goiânia. ÁBITRO: Bruno Arleu de Araujo (RJ). ASSISTENTES: Luiz Cláudio Regazone (RJ) Carlos Henrique de Souza (RJ). PÚBLICO: 926 pagantes. RENDA: R$ 19.385,00.

Gols: Renato Kayzer, aos 9, e Bruno Santos, aos 13 minutos do 2º tempo.