Fica na Série B

Atlético-GO se livra do rebaixamento com gol de goleiro e bate Oeste de virada

A vitória sobre o Oeste por 3 a 1, na noite desta sexta-feira, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, garantiu o time na competição no próximo ano.




Enquanto a aposentadoria de Rogério Ceni se aproxima, Márcio segue investindo em sua trajetória de goleiro-artilheiro na Série B do Campeonato Brasileiro. Nesta sexta-feira, o atleta marcou de pênalti na vitória do Atlético-GO sobre o Oeste por 3 a 1, de virada, no Serra Dourada.

Júnior Viçosa e Pedro Bambu também marcaram para os goianos, enquanto Renan Mota fez o único do time de Itápolis. O duelo foi um confronto direto na briga contra o rebaixamento para a Terceirona. Agora, o Dragão respira um pouco mais com 46 pontos na 14ª colocação. Do outro lado, os paulistas sofrem com 43 no 15º lugar.

O JOGO

A chuva demorou para dar trégua ao Serra Dourada. Quando o apito inicial soou, a água caía tanto que mal era possível enxergar a bola no gramado.

O Oeste logo tirou proveito da situação. Aos cinco minutos, a equipe aproveitou falha na marcação do Atlético-GO para trabalhar pela direita do ataque. A bola sobrou para Renan Mota, que cortou a marcação na entrada da área e soltou uma bomba. A tentativa acertou a trave direita, mas bateu nas costas do goleiro Márcio e ultrapassou a linha.

O Dragão tentou responder com Júnior Viçosa, mas o atacante não foi eficiente ao receber o passe de Arthur e errar o alvo. Pouco depois, Juninho teve um chute bloqueado por Leandro Santos. Do outro lado, o time de Itápolis levou mais perigo com Rodriguinho, que tirou tinta da trave ao emendar um carrinho na bola.

A oportunidade do Atlético-GO veio com um drible de Juninho, que o fez ser derrubado na quina da grande área. O árbitro Jailson Macedo Freitas apitou o pênalti de forma quase imediata. Na cobrança, o goleiro Márcio deslocou o arqueiro adversário com um chute no cantinho direito da meta, anotando o seu 34º gol da carreira.

A tempestade finalmente se acalmou na etapa complementar, dando às duas equipes mais opções de jogo rasteiro. Mesmo assim, os atletas seguiram apostando nos lances pelo alto. Aos cinco, Rodriguinho recebeu cruzamento e tocou por cima do gol. Aos 12, Ligger cabeceou e exigiu uma boa defesa de Márcio.

Porém, a vitória estava mesmo destinada aos donos da casa. Na marca dos 14 minutos, Jorginho venceu a zaga adversária na corrida e acionou Júnior Viçosa. O artilheiro atleticano tocou de letra para decretar a virada em Goiânia.

Por fim, aos 31 minutos, o Atlético-GO chegou com cruzamento pela esquerda do ataque. Afobado, Leandro Santos falhou na saída e permitiu o rebote para Pedro Bambu, que soltou a bomba e fechou de vez a conta no Serra Dourada.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-GO 3 X 1 OESTE-SP

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 20 de novembro de 2015, sexta-feira
Horário: 19h (de Brasília)
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Marcos Welb Rocha de Amorim (BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)
Cartões amarelos: Bruno Moura e Júnior Viçosa (Atlético-GO); Fernandinho, Junior Negão, Foguinho e Guilherme Amorim (Oeste)

GOLS:
ATLÉTICO-GO: Márcio, aos 19 minutos do primeiro tempo, Júnior Viçosa, aos 14 do segundo, e Pedro Bambu, aos 31
OESTE: Renan Mota, aos cinco minutos do primeiro tempo

ATLÉTICO-GO: Márcio; Éder Sciola (Bruno Moura), Marllon, Marcus Winícius e Eron; Pedro Bambu, Washington e Jorginho (Raphael Luz); Juninho (Feijão), Arthur e Júnior Viçosa
Técnico: João Paulo Sanches

OESTE: Leandro Santos; Flávio Menezes (Paulo Henrique) (Renato Xavier), Ligger, Daniel Gigante e Fernandinho; Wangler, Renan Mota (Junior Negão), Guilherme e Foguinho; Rodriguinho e Wagninho
Técnico: Renan Freitas