Esportes

Atlético-GO derrota Ceará e fica a oito pontos do G-4 da Série B

O time goiano alcançou os 27 pontos e pularam para a 13ª colocação.





//

A superioridade ofensiva do Atlético-GO e a fragilidade do sistema de defesa do Ceará foram fundamentais para a vitória por 3 a 2 do Dragão neste sábado, no estádio Serra Dourada.

O Vozão até conseguiu aplicar uma virada nos mandantes, mas foram castigados no final pelos seguidos erros que cometeu atrás.

Com o resultado, o Ceará fica estacionado na penúltima colocação, com 17 pontos – oito a menos que o Macaé, primeiro time fora da zona do rebaixamento. Já os goianos alcançaram os 27 pontos e pularam para a 13ª colocação.

O primeiro gol do jogo foi marcado por Willie, que aproveitou a indecisão da zaga para concluir de cabeça. O Ceará até conseguiu a virada com Rafael Costa e Victor Luis, mas o goleiro Márcio, de pênalti, deixou tudo igual. Aos 34 da etapa complementar, Geraldo deu números finais à partida.

Na próxima rodada, o Vozão receberá o Paysandu para buscar a recuperação na Série B. Já o Atlético-GO terá pela frente o Botafogo, no Rio de Janeiro.

O JOGO

O Atlético-GO começou a partida fazendo jus ao apoio da torcida que compareceu ao Serra Dourada. O goleiro Luis Carlos foi obrigado a fazer duas defesas nos dois primeiros minutos de jogo e, aos 11, respirou aliviado após uma investida dos mandantes parar no travessão. Aos 14 minutos, no entanto, o goleiro nada pôde fazer para evitar o gol de Willie. O meia aproveitou a indecisão da zaga do Ceará e apareceu livre de marcação para anotar o primeiro da partida.

O Dragão seguiu bem na partida e desperdiçou chance incrível aos 27 minutos, após conclusões fracassadas de Wéverton e Arthur no mesmo lance. A falha custou caro aos donos da casa. O artilheiro do Vozão, Rafael Costa, recebeu cruzamento preciso para decretar a igualdade aos 29 minutos.

O empate deu tranquilidade ao Ceará. A equipe melhorou em campo e chegou à virada com o lateral Victor Luis, aos sete minutos do segundo tempo. Pressionado pela torcida, o Atlético-GO se lançou novamente à frente e se beneficiou dos erros dos adversários para chegar ao seu segundo gol. Aos 12 minutos, Jorginho sofreu pênalti e o goleiro Márcio converteu a cobrança. No embalo, o Dragão se manteve na frente e Geraldo, aos 34, contou com uma falha na saída de bola do goleiro Luis Carlos para sacramentar a vitória do time goiano.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-GO 3 X 2 CEARÁ

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia-GO
Data: 29 de agosto de 2015, sábado
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Paulo H. Schleich Vollkopf (MS)
Assistentes: Cicero Alessandro de Souza (MS) e Lehi Sousa Silva (CF)
Cartões amarelos: Geraldo e Arthur (Atlético-GO); João Marcos, Baraka, Sandro, Wescley, Carlão e Siloé (Ceará)

GOLS:
ATLÉTICO-GO: Willie, aos 14 minutos do primeiro tempo, Márcio, de pênalti, aos 12 minutos do segundo tempo, e Geraldo, aos 34 minutos do segundo tempo
CEARÁ: Rafael Costa, aos 29 minutos do primeiro tempo, e Victor Luis, aos sete minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-GO: Márcio; Éder Sciola, Rafael, Samuel e Danilo Tarracha; Feijão (Juninho), Pedro Bambu, Jorginho e Willie (Geraldo); Arthur e Wéverton Gomes (Washington)
Técnico: Gilberto Pereira

CEARÁ : Luis Carlos; Guilherme Andrade, Sandro, Thiago Carvalho e Victor Luis; Baraka, João Marcos (Carlão) e Wescley (Siloé); Julio Cesar, Rafael Costa e Alex Amado (Mazola)
Técnico: Marcelo Cabo

(Da Gazeta)

Tópicos