Do Mais Goiás

Atlético é mortal nos contra-ataques e vence Corinthians pela Copa do Brasil

Os gols do jogo foram marcados por Ronald e João Paulo

Foto: Divulgação/ SportTV

Atlético e Corinthians voltaram a se enfrentar nesta quarta-feira, desta vez pela 3ª fase da Copa do Brasil e mais uma vez os goianos levaram a melhor. Na Neo Química Arena, o Dragão mostrou efetividade nos contra-ataques e venceram a partida por 2 a 0. Os gols do jogo foram marcados por Ronald e João Paulo. Pelo lado do Timão, o lateral Fagner acabou expulso na segunda etapa.

Com o triunfo atleticano, os goianos ficam com uma boa vantagem para o confronto da volta. Em Goiânia, no próximo dia 9, no estádio Antônio Accioly, o Dragão pode até perder por um gol de diferença que avança para as oitavas de final da Copa do Brasil. Já o Corinthians precisa vencer por 3 gols de diferença para avançar. Em caso de vitória paulista por dois gols de diferença a vaga será definida nos pênaltis.

Antes do duelo na Copa do Brasil, o Dragão entra em campo no sábado (5), no Antônio Accioly, para o duelo da 2ª rodada do Brasileirão contra o São Paulo. A bola rola às 19 horas. Já o Corinthians vai até o estádio Independência, em Minas Gerais, para duelar contra o América Mineiro, no domingo (6), às 16 horas.

O jogo

O Atlético entrou em campo na Neo Química Arena contra o Corinthians com uma proposta de jogo bem definida, marcar forte e explorar os contra-ataques. O plano de jogo do Dragão foi executado com muita qualidade. Apesar do Timão ter começado em cima do rubro-negro, a primeira boa oportunidade foi dos goianos, que chegaram pela direita com Dudu, que serviu Zé Roberto, mas o atacante mandou para fora.

Enquanto o Corinthians tinha dificuldade de furar a defesa rubro-negra, os espaços surgiram para contra-atacar e aos 9 minutos o Atlético abriu o placar. João Paulo lançou Dudu na direita, que cruzou na medida para Ronald só completar para o fundo das redes. Aos 19 minutos, mais um contra-ataque fulminante. Ronald avançou atrás do meio de campo e deixou João Paulo na cara do gol, o meia bateu na saída de Cássio para fazer dois a zero.

Atrás no placar, o Corinthians continuou com as mesmas dificuldades de criação e mesmo sem um centroavante de área, o time tentava as bolas cruzadas, o que facilitou para a defesa atleticana. A insistência de jogadas aéreas fez com que o time levasse perigo em duas oportunidades, uma com Vital, que mandou para fora, já a outra Araos cabeceou e Fernando Miguel fez boa defesa.

No segundo tempo, o Corinthians voltou na busca de diminuir a desvantagem, mas encontrou os mesmos problemas da primeira etapa, Atlético bem postado e pouca criatividade ofensiva. Para o Dragão, a situação ficou ainda melhor aos 17 minutos, quando Fagner recebeu o segundo amarelo e foi expulso.

Com um jogador a mais, o Atlético controlou o jogo e teve duas boas chances de ampliar o placar. Na primeira, Pablo Dyego saiu na cara do gol e bateu forte, mas Cássio fez uma grande defesa. Já na segunda, após cruzamento de Dudu, Lucão subiu sozinho e cabeceou a bola no travessão. Já o Corinthians não conseguiu criar e a melhor chance na segunda etapa foi com Matheus Vital, mas Fernando Miguel fez a defesa.