Fatalidade

Atleta de 17 anos morre após contusão em partida de handebol em Trindade

Estudante do Sesc de Roraima, Matheus Sato, de 17 anos, defendia o colégio no Campeonato Brasileiro Escolar e faleceu dois dias após internação em estado grave





//

Jogador amador de handebol, o estudante Matheus Sato, de 17 anos, morreu na manhã desta sexta-feira (23/10) no Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), em Goiânia, em decorrência de uma trombose venosa profunda (doença causada pela coagulação do sangue)

Segundo a assessoria de imprensa do Hugol, o jovem estava internado em estado grave há dois dias, quando se machucou durante uma competição escolar nacional.

Matheus é de Roraima e participava do Campeonato Brasileiro Escolar de Handebol. Ele defendia o Sesc de Boa Vista e precisou ser retirado de quadra ao levar uma pancada.

Colegas de time ajudaram o jovem, que recebeu os primeiros atendimentos ainda no ginásio estadual de Trindade, antes de ser levado para o Hospital de Urgências de Trindade (Hutrin). Vendo a gravidade do estado de sáude do rapaz, o médico solicitou a transfenrêcia dele para o Hugol.

Na unidade de saúde, Matheus passou por cirurgia e até teve certa melhora na quinta-feira. Porém, o quadro de saúde piorou novamente nesta sexta. Ele acabou não resistindo e veio a óbito ao meio-dia, conforme o hospital.

Segundo a assessoria do Hugol, os médicos suspeitam que Matheus Sato portava uma “doença sistêmica genética sanguínea” de origem hereditária.