Tragédia

Atirador filmou ataque a jornalistas e publicou nas redes sociais

Ele é ex-funcionário do canal onde trabalhavam Alison Parker e Adam Ward.





//

O homem que matou dois jornalistas de uma emissora filiada à rede norte-americana CBS gravou um vídeo do momento do tiroteio e publicou nas redes sociais.

O crime aconteceu na manhã desta quarta-feira (26), durante uma transmissão ao vivo. Após ferir as vítimas, ele fugiu e foi perseguido pela polícia antes de atirar em si mesmo.

Identificado como Vester Lee Flanagan II, 41 anos, ele foi socorrido por policiais para um hospital local, mas não resistiu e morreu.

O CASO

O ataque aconteceu na manhã desta quarta-feira (26), por volta das 6h45 (horário local). A repórter Alison Parker entrevistava a empresária Vicki Gardner quando um atirador abriu fogo. No vídeo, é possível ouvir os tiros e a dupla à frente da câmera correndo enquanto as mulheres gritavam.

O atirador fugiu após disparar ao menos seis tiros. A ação foi filmada pelo cinegrafista. No vídeo, a câmera que acompanhava os repórteres cai no chão e captura a imagem de um homem vestindo calças pretas e uma camisa azul e parece estar segurando um revólver.  

Em seguida, a transmissão retorna para o estúdio onde a âncora da emissora WDBJ, Kimberly McBroom, aparece em estado de choque. A ação foi filmada pelo cinegrafista Adam Ward. Ele e a repórter não resistiram aos ferimentos e morreram.

Atirador havia sido demitido

Em transmissão ao vivo sobre a repercussão do assassinato de seus dois funcionários, o gerente geral da emissora WDBJ7, Jeff Marks, esclareceu que Vester Flanigan, usando profissionalmente o nome Bryce Williams, trabalhou na empresa e foi demitido há dois anos por problemas relacionados a sua raiva no ambiente de trabalho.

“Depois de muitos incidentes em que ele reagiu com muita raiva, nós o demitimos. Ele não aceitou bem [a demissão], nós tivemos que chamar a polícia para escoltá-lo para fora do prédio”, afirmou Marks no ar.