Agência O Globo

Astronautas da SpaceX retornam à Terra após missão mais longa da Nasa

Cápsula pousou na manhã do último domingo na costa da Flórida, após 167 dias no espaço

Astronautas da SpaceX retornam à Terra após missão mais longa da Nasa
Photo Credit: (NASA/Bill Ingalls)

A cápsula Crew Dragon da empresa SpaceX, que transportava quatro astronautas de volta à Terra, pousou na manhã deste domingo na costa da Flórida, após uma missão de 167 dias no espaço.

A cápsula pousou às 3h56 no Golfo do México, na costa da Cidade do Panamá, no Sudeste dos Estados Unidos, após um voo de seis horas e meia da Estação Espacial Internacional (ISS), de acordo com as imagens da agência americana.

Tripulações do navio “Go Navigator” recuperaram a cápsula e içaram-na para o convés cerca de meia hora depois, no primeiro pouso noturno da Nasa desde a tripulação da Apollo 8 no Oceano Pacífico em 27 de dezembro de 1968.

O major Michael Hopkins foi o primeiro a sair, seguido logo depois pelo colega americano Victor Glover. Ambos vieram para a Terra com a americana Shannon Walker e a japonesa Soichi Noguchi.

“Em nome da Tripulação-1 e de nossas famílias, queremos apenas agradecer. É incrível o que pode ser alcançado quando as pessoas se unem. Vocês estão mudando o mundo. Parabéns. É ótimo estar de volta”, disse Hopkins em tuíte da Nasa.

Em novembro, os quatro astronautas se tornaram os primeiros de uma missão “operacional” a serem transportados para a ISS pela empresa espacial de Elon Musk, que se tornou um parceiro-chave da Nasa.

Dois outros americanos já haviam feito a viagem de ida e volta a bordo do Dragon em 2020, durante uma missão-teste de dois meses na estação. Foi o primeiro voo para a ISS lançado dos EUA desde o fim dos ônibus espaciais em 2011, e o primeiro de uma empresa privada com astronautas a bordo.

O Dragon também carrega “freezers científicos com amostras de pesquisa” conduzidos em gravidade zero, informou a Nasa.

A saída desta tripulação, a Tripulação-1, segue-se à chegada a bordo da ISS, na semana passada, de uma segunda missão regular, a Tripulação-2, realizada pela empresa americana.

Morre Michael Collins, astronauta da Apollo 11, aos 90 anos