Do Mais Goiás

Associação estima que 40 mil pessoas passaram pela Feira Hippie no fim de semana

Número representa metade da meta que, conforme o presidente da associação, era de 80 mil pessoas

Foto: Jucimar de Sousa/Mais Goiás

Cerca de 40 mil pessoas passaram pela Feira Hippie, em Goiânia, no último fim de semana – o primeiro após a publicação do decreto que liberou o funcionamento na sexta, sábado e domingo. O presidente da Associação da Feira Hippie, Waldivino da Silva, se referiu ao movimento como bom. No entanto, o número representa metade da meta que, conforme o presidente, era de 80 mil pessoas.

Ao Mais Goiás, Waldivino explicou que há movimentações específicas para cada dia e trecho da feira. De acordo com ele, a “parte de cima” da feira, próxima à avenida Independência, teve movimento bom para o varejo no domingo. No sábado, o fluxo foi maior na parte central da feira e sexta o trecho que mais ficou movimentado foi o que fica em frente à Rodoviária de Goiânia.

O presidente, que garantiu o cumprimento das medidas sanitárias contra a Covid-19 por parte dos feirantes, disse que o movimento somado nos três dias do fim semana é considerado bom, apesar da quantidade de pessoas ter sido a metade da meta. Waldivino justificou o fato com a ausência de parte dos feirantes.

São cinco mil feirantes, mas só estão indo dois mil. Porque são pessoas do grupo de risco [de transmissão da Covid-19], e não estão indo”, pontuou.

O decreto municipal que liberou o funcionamento da Feira Hippie na sexta, sábado e domingo foi publicado na quinta-feira (22) e tem efeito até amanhã (27). Um novo decreto será publicado ainda nesta semana.