Balanço

Assembleia Legislativa de Goiás encerra 2018 como uma das mais transparentes, eficientes e de menor custo do país

Levantamento publicado na Folha de S. Paulo revelou que a Alego está no topo dos índices de eficiência e menor custo entre as Assembleias Legislativas de todo o país


Thais Lobo
Do Mais Goiás | Em: 15/12/2018 às 17:51:28

Projeto de lei, de autoria da Governadoria, que pretende autorizar a utilização de até 70% de recursos relativos a depósitos judiciais deve ser lido em plenário na Alego nesta terça-feira (27). (Foto: Divulgação)
Projeto de lei, de autoria da Governadoria, que pretende autorizar a utilização de até 70% de recursos relativos a depósitos judiciais deve ser lido em plenário na Alego nesta terça-feira (27). (Foto: Divulgação)

Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) conclui o ano de 2018 apresentando um saldo de alta produtividade e um expressivo número de projetos relevantes, como a instituição do Orçamento Impositivo e a consolidação dos incentivos fiscais. De acordo com o presidente do Legislativo goiano, José Vitti (PSDB), “a Assembleia é uma das mais modernas do país e está no caminho certo, agindo sempre com seriedade e responsabilidade.” 
 
A Casa de Leis também se destacou no quesito transparência. Todas as suas ações administrativas estão amparadas legalmente e publicadas no Portal da Transparência na internet, numa clara demonstração de que o poder não tem nada a esconder e cumpre rigorosamente a legislação. Qualquer pessoa que acessar o portal obterá todas as informações da Assembleia e poderá conferir a licititude de seus atos administrativos. 
Levantamento publicado na Folha de S. Paulo revelou que a Alego está no topo dos índices de eficiência e menor custo entre as Assembleias Legislativas de todo o país. A pesquisa foi feita pelo cientista de caos Leonardo Sales, mestre em Economia do Setor Público pela Universidade de Brasília (UNB), que avaliou relação entre volume de leis e seu custo para a sociedade e afirma que Parlamento goiano tem um dos portais de acesso à informação mais completos do país. “O Portal da Transparência da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás é um dos melhores do Brasil’, assinalou Sales.
 

A pesquisa realizada  pelo cientista de dados Leonardo Sales revelou que a Alego está no topo dos índices de eficiência, transparência  e menor custo entre as Assembleias Legislativas de todo o país. Sales coletou informações sobre 26 Assembleias Legislativas e a Câmara Legislativa do Distrito Federal. Além da quantidade de leis e do orçamento as casas legislativas, o levantamento comparou outros indicadores que pudessem avaliar a eficiência dos gastos públicos no custeio das Assembleias Legislativas.


Goiás encabeçou o ranking das Assembleias mais eficientes e de menor custo do país. Os legislativo goiano destacou-se pelo volume de leis criadas e pelo menor custo orçamentário em comparação ao número de habitantes e ao IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do Estado. Na outra ponta, as Assembleias de menor produtividade e maior gastos são as do Pará e de Mato Grosso. A Assembleia de Minas Gerais teve o maior orçamento, 1,2 bilhão de reais, quase o dobro da Assembleia de São Paulo, com orçamento de 700 milhões de reais.
 
O presidente José Vitti sublinha que a avaliação positiva do Parlamento goiano e do seu Portal de Transparência reflete a preocupação em reforçar a credibilidade e acessibilidade do Poder Legislativo. De acordo com ele, a Casa está no caminho certo, agindo sempre com seriedade e responsabilidade.