Assassino de Cadu é morto a tiros em Aparecida de Goiânia; veja o vídeo

Assassino confesso do cartunista Glauco e do filho, Carlos Eduardo Sundfeld Nunes, conhecido como Cadu, cumpria pena por matar duas pessoas durante assaltos, em Goiânia.


Da Redação
Do Mais Goiás | Em: 22/07/2019 às 16:04:39

Cadu foi morto em 2016 no Núcleo de Custódia, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital.  (Foto: Reprodução)
Cadu foi morto em 2016 no Núcleo de Custódia, em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. (Foto: Reprodução)

Um criminoso que praticava delitos junto com o irmão, e que no final dos anos 90 ficou conhecido como “o gêmeo da Vila Santa Helena”, foi morto a tiros no início da tarde desta segunda-feira (22), no Jardim Cristal, em Aparecida de Goiânia.

Condenado há mais de 60 anos por vários crimes, entre eles a tentativa de assassinato de um oficial da PM em Goiânia, Nilson Ferreira de Almeida, de 51 anos, também ganhou notoriedade após ter matado, em abril de 2016, dentro do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia o latrocida Carlos Eduardo Sundfeld Nunes, conhecido como Cadu.

Um vídeo obtido pelo Mais Goiás, mostra o momento em que o Nilson Ferreira é baleado. Ele estava na Avenida Montenegro, quando  foi atingido pelos disparos. Ele ainda tentou fugir, mas caiu logo em seguida. O homem não resistiu e morreu no local. A policia ainda não tem informações sobre quem atirou na vítima.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Mais Goiás (@maisgoias) em

Relembre o caso envolvendo Cadu

Assassino confesso do cartunista Glauco e do filho, Cadu cumpria pena por matar duas pessoas durante assaltos, em Goiânia. Cadu foi morto com uma arma artesanal, durante uma briga com outro detento, no banho de sol, informou a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária de Goiás (SSAP-GO).

Aguarde mais informações!