Eleições 2016

“As pessoas não devem se deixar levar pelas pesquisas”, diz Adriana Accorsi

Durante votação, candidata à Prefeitura de Goiânia ressalta que nem sempre os números do levantamento refletem o resultado final das urnas




O dia da candidata à Prefeitura de Goiânia, Adriana Accorsi (PT), começou cedo. No início da manhã, ela se reuniu com a família e aliados na casa do pai, o ex-prefeito Darsi Accorsi. Em seguida, ela se dirigiu ao Colégio Integrado de Educação Moderna (CIEM), no Setor Jaó, onde chegou às 8h20 e concedeu entrevista coletiva à imprensa.

“Independente de qualquer resultado estou muito feliz de ter participado desse processo. Foi uma campanha difícil, ainda mais para o meu partido, para o Partido dos Trabalhadores, mas tivemos essa preocupação com a cidade e essa coragem de participar desse processo”, frisou a petista.

Sobre o resultado da última pesquisa Serpes/O Popular, Adriana afirma que o levantamento “tem o seu valor”, mas ressalta que nem sempre as pesquisas acertam o resultado final das urnas. “Quem acompanha a história das eleições em Goiânia sabe que nem sempre o resultado é igual nas pesquisas, inclusive com meu pai foi assim nas duas vezes: na [eleição] que ele ganhou e na que ele perdeu. Então a minha experiência é que resultado é bem diferente. Então as pessoas não devem se deixar levar pelas pesquisas, as pessoas tem que votar com o seu coração.”

Em seguida, Adriana votou e teve que esperar parte da imprensa, que havia errado o local de votação da candidata. A petista então teve que pedir autorização para os representantes da justiça eleitoral na unidade para voltar ao local de votação para fazer imagens para os repórteres que chegaram depois.

Ainda pela manhã, Adriana concedeu entrevista à Rádio 730 AM e depois acompanhou o candidato a vice-prefeito, Deivison Costa (PTdoB), no Colégio Professor Gomes da Frota, na Cidade Jardim. Ela também visitou a escola em que seu pai, Darci Accorsi, votava, no Colégio Estadual do Setor do Palmito, no Jardim Novo Mundo.