Artista goiano inaugura exposição virtual com obras em Art Doll, no dia 21/10

A exposição virtual estará disponível a partir do dia 21/10, com acesso gratuito

Artista goiano Gabriel Caetano inaugura exposição virtual com obras em Art Doll, no dia 21/10
A exposição virtual ficará disponível a partir de 21 de outubro (Foto: Divulgação - Felipe Felps)

Apresentando um trabalho excêntrico e provocativo, o artista plástico goiano Gabriel Caetano (@gabrielcaetanoartdoll), realiza a exposição virtual “Bosque de Shambala”, onde reúne obras inéditas em Art Doll.

A mostra terá estreia no dia 21 de outubro, às 19h, e poderá ser conferida gratuitamente por meio do site do artista, que você pode acessar clicando aqui.

Ao todo, serão expostas 21 obras em Art Doll, que expressam bio-personagens de aparente estranheza, com corpos transmorfos e que apresentam certa inquietude, convidando o observador a reflexões sobre a relação da trajetória humana com a modernidade.

O site reunirá também um vídeo-exposição, dirigido por Simone Caetano, além das fotos dos bonecos, feitas pela fotógrafa Jamilla Maria, e um vídeo sobre o processo criativo do artista criador.

Sobre a exposição “Bosque de Shambala”, com obras em Art Doll

A exposição apresenta diversos personagens, fotografados em meio ao cerrado (Foto: Divulgação – Felipe Felps)

A exposição foi montada às margens do Ribeirão Tapiocanga, em Pirenópolis, em meio a uma paisagem natural de Cerrado, mas que acabou sendo degradada para o desenvolvimento de atividades agropecuárias, e posteriormente, foi revertida para uma área de preservação ambiental.

Este é o cenário perfeito para que as obras em Art Doll – elaboradas com elementos naturais e orgânicos – falem por si só.

Gabriel Caetano conta que acompanhar o retorno dos pássaros e o renascer da vegetação nativa, foi um dos fatores de inspiração para a criação das obras e o desenvolvimento de arquétipos.

Dessa forma, os visitantes da exposição virtual poderão conhecer os objetos de arte criados por ele, com o objetivo de ressignificar seres e a própria natureza.

A exposição virtual ficará disponível a partir de 21 de outubro (Foto: Divulgação – Felipe Felps)

Com figuras que lembram a genealogia humana, será possível ver a tecelã, a benzedeira, o ovo Filosofal, a fada Leda, a senhora do Pântano, a raizeira, a costureira e a árvore do ouro, que são algumas das personagens que integram a exposição.

De acordo com Marco Antônio Vieira, curador responsável pela mostra, “o Bosque de Shambhala ergue-se como uma nova utopia que acaba por apontar para o assassinato de vidas, culturas e saberes, o que se entende por epistemicídio – a morte programada do conhecimento contra hegemônico, comenta.

O curador reforça ainda a temática da exposição, que ultrapassa as barreiras do misticismo e escancara alguns problemas entranhados em nossa sociedade, que tiveram início ainda na Idade Média, como a caça às bruxas, e que se perpetuaram com “o extermínio indígena, a escravidão de populações racializadas, a destruição e esgotamento dos recursos naturais”, além de vários outros exemplos citados.

A título de curiosidade, Shambala é uma palavra que em sânscrito significa: “lugar de paz, felicidade, tranquilidade”. Lugar vedado pela empresa da dominação patriarcal.

Técnica artística de produção

Os bonecos foram elaborados com elaboradas com elementos naturais e orgânicos (Foto: Divulgação – Felipe Felps)

As obras em Art Doll são produzidas com uma técnica mista, utilizando materiais diversos. Embora os primeiros bonecos tenham sido criados nas Américas, a palavra ainda não ganhou uma tradução em nossa língua, razão pela qual o método ainda tem o nome em inglês.

As peças são elaboradas de modo manual, com aparências multirraciais e zoomorfas. Para conseguir alcançar o resultado esperado, Gabriel Caetano utilizou diferentes procedimentos na composição têxtil, a exemplo de descoloração, tingimento com pigmentos naturais e alguns tratamentos que provocaram efeitos diversos nos bonecos.

“Tento criar mundos possíveis habitados por seres fabulosos. Sou guiado por imersões na natureza e meu trabalho surge, na maioria das vezes, a partir de um elemento orgânico já sem vida. É tanto um pedido de restituição como uma mistificação dos elementos naturais”, comenta o artista.

Serviço

Exposição “Bosque de Shambala”, com obras em Art Doll

Quando: estreia em 21/10 (quinta-feira)

Onde: site Gabriel Caetano 

Horário: inaurguração às 19h

Acesso: gratuito

Artista: @gabrielcaetanoartdoll

Leia também: