Fiscalização

Após Villa Mix, 16 motoristas são presos por embriaguez ao volante

Das 105 autuações por embriaguez, 15 são provenientes de municípios do interior e 22 são de outros estados da federação.





//

No último final de semana, a Polícia Rodoviaria Federal (PRF) realizou uma fiscalização de combate a embriaguez. A operação aconteceu no km 500 da BR-153, em Goiânia, das 20h de domingo até às 06h de segunda-feira (07/09), em função do Villa Mix Festival que foi realizado no estacionamento do Estádio Serra Dourada.

Segundo a Policia Rodoviária Federal (PRF), milhares de pessoas provenientes de outras cidades e até de outros estados, geralmente saem de longas distâncias e retornam alcoolizados, colocando em risco a segurança dos usuários das rodovias federais.

De acordo com a PRF, foram realizados 493 testes de etilômetro, onde foram aplicadas 105 autuações por embriaguez e 16 motoristas foram presos.

Das 105 autuações por embriaguez, 15 são provenientes de municípios do interior e 22 são de outros estados da federação. Entre os autuados, de acordo com a PRF, sete eram Inabilitados e seis eram mulheres.

O motorista mais velho tinha 52 anos e a mais nova 19 anos, com apenas cinco meses de habilitação. Três motoristas eram recém habilitados, estavam com a CNH provisória, e 28 tinham carteira profissional. 

O maior teor alcóolico registrado foi de 1,0 mg/l. O flagrante foi feito em um motociclista, de 29 anos, que atropelou um policial, derrubou os cones e tentou fugir pela contramão. Os agentes alcançaram o homem depois de 1,5km e o prenderam em flagrante. Ele foi encaminhado para a delegacia, onde ficou preso, sem direito à fiança.

Na primeira autuação o motorista vai pagar R$ 1.915, 00, na segunda autuação o valor passa a ser de R$ 3.830, 00.

Até o momento, de acordo com a PRF, apenas 11, dos 105 motoristas que tiveram a CNH apreendida na saída do Villa Mix, pegaram os documentos. Quem ainda não retirou, tem até sexta-feira para retirar o documento na PRF. Após a data, os documentos serão enviados para o Detran de origem e a entrega pode levar de uma semana até um mês.

Tópicos