Do Mais Goiás

Após trocarem tiros com a PM, dois ladrões de carros são presos no viaduto da T-63

Policial fica ferido em ação; perseguição durou cerca de um quilômetro, em avenida movimentada da capital

Cerca de vinte minutos após roubo de carro no Setor Universitário, policiais do Grupo de Intervenção Rápida e Ostensiva (Giro) localizam veículo e bandidos. Um bandido foi preso. Outro, menor de idade, foi apreendido. Um policial foi baleado.

Às 18 horas uma ligação telefônica denunciou um roubo no Setor Universitário. Os criminosos levaram o veículo da vítima com uso de violência. Às 18h20 uma equipe Giro avistou o carro na Avenida 85, próximo ao campo do Goiás. A guarnição, composta pelos soldados Luiz e Hamilton, além do cabo Rubem e chefiada pelo sargento Adonis Batista de Azevedo, ordenou a parada. Em vão.

 

Os policiais tiveram que perseguir os criminosos — o que eles chamam de acompanhamento — por vários metros, o que colocou em risco a vida de motoristas, ciclistas e pedestres, durante a via. A equipe, enfim, conseguiu se aproximar, mas foi surpreendida pelos tiros disparados de dentro do carro em direção das motos.

A moto do sargento Azevedo foi atingida, assim como a moto do saldado Luiz. Estilhaços de vidro cortaram a farda e feriram o soldado, que chegou a cair da moto. Rapidamente ele foi socorrido pelos colegas. Como houve apenas um corte e queimadura em volta do ferimento, o policial avaliou não haver necessidade de atendimento médico.

 

Um exame de corpo de delito será realizado no policial. É possível que, além dos crimes já previstos para que os criminosos respondam, possam responder também por tentativa de homicídio contra os policiais, por terem efetuado os tiros em direção a eles.

Os criminosos foram apresentados à Polícia Civil na Central de Flagrantes, na Cidade Jardim. Um inquérito foi instaurado e será distribuído para a especializada em roubo de veículo.