Saúde

Após morte de macaco por febre amarela, Prefeitura de Goiânia dá início a campanha de vacinação

De acordo com a Superintendência de Vigilância em Saúde, cerca de 200 mil pessoas ainda não receberam a vacina, ou seja, 14% da população estimada para 2015




A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), dá início neste sábado (14/11) à campanha de vacinação contra Febre Amarela para toda a Capital. O objetivo é imunizar a população contra a doença, já que no dia 4 de novembro foi confirmada a morte de um macaco pela doença no setor Forteville, região sudoeste da capital. No sábado, os postos de vacinação funcionarão das 8h às 17h, mas a população também pode procurar as unidades durante a semana para receber a dose contra Febre Amarela.

Desde a confirmação de notificação da epizootia (morte do macaco) ocorrida no Residencial Forteville, já foram imunizadas aproximadamente três mil pessoas em Goiânia. De acordo com a Superintendência de Vigilância em Saúde, cerca de 200 mil pessoas ainda não receberam a vacina, ou seja, 14% da população estimada para 2015 (1.430.697 habitantes) da Capital precisam se vacinar. Nos domicílios do Residencial Forteville, próximos à chácara onde foi detectada a morte do macaco, a vacinação está sendo realizada de casa em casa pelas equipes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

O último ciclo de Febre Amarela em Goiânia ocorreu em 2008. No Estado de Goiás, neste ano, foram confirmados cinco casos de Febre Amarela Silvestre, tendo como locais prováveis de infecção os municípios de Alto Parasíso de Goiás (2), Niquelândia (1), São Miguel do Araguaia – Distrito de Luiz Alves (1) e Alexânia (1), com ocorrência de três óbitos, ou seja, cerca de 60% das pessoas que adquiriram febre amarela neste ano morreram. Para evitar a ocorrência de casos em humanos, a Superintendência de Vigilância em Saúde da SMS segue de forma criteriosa os protocolos internacionais e nacionais para o controle da doença.

Quem deve se vacinar?

Como destaca a superintendente de Vigilância em Saúde da SMS, Flúvia Amorim, a melhor prevenção contra Febre Amarela é a vacinação, por isso é importante que todos tenham seu esquema vacinal atualizado. O bloqueio vacinal consiste na imunização de pessoas não vacinadas. Quem já recebeu duas doses de vacina contra febre amarela é considerado protegido ou imunizado, independente de quando ele vacinou.

A dose inicial é feita aos 9 meses de idade e, a segunda dose, aos 4 anos. Contudo, devido à confirmação de epizootia, a dose inicial deverá ser antecipada para os 6 meses de idade e essa dose não será considerada válida para fins de cobertura da rotina, devendo a criança ser revacinada aos 9 meses e 4 anos.

A SMS Goiânia vai vacinar as pessoas não vacinadas ou parcialmente vacinadas contra Febre Amarela da região sudoeste no próximo sábado, 14 de novembro, em 56 postos de vacinação. Além disso, as salas de vacina de todo o município estão disponibilizando a vacina durante a semana em horário comercial exceto o Cais Campinas, que está vacinando de segunda a segunda das 8h às 18h.

A vacina é contraindicada nos seguintes casos:

– Crianças menores de 6 meses de idade;
– Pacientes com imunodepressão de qualquer natureza;
– Pacientes infectados pelo HIV com imunossupressão grave, com contagem de células CD4 < 200 células/mm³;
– Pacientes em tratamento com drogas imunossupressoras;
– Pacientes submetidos a transplante de órgãos;
– Pacientes com neoplasia (câncer);
– Pacientes com história pregressa de doenças do timo (miastenia gravis, timoma, ausência do timo);
– Indivíduos com história de reação anafilática a substâncias presentes na vacina (ovo de galinha, gelatina bovina, etc)