Acidente

Após dez dias internada, prefeita de Doverlândia segue em estado grave no Hugol

Filho da prefeita destaca que se apegou à fé para superar. Gestora caiu de uma mula em uma cavalgada da cidade; a mula se assustou com os fogos de artifício


Joao Paulo Alexandre
Do Mais Goiás | Em: 10/09/2019 às 18:15:08

Prefeita segue internada em estado grave no Hugol (Foto: Divulgação)
Prefeita segue internada em estado grave no Hugol (Foto: Divulgação)

A prefeita de Doverlândia, Zilda de Rezende Araújo Machado (MDB), está internada há dez dias no Hospital de Urgências Governador Otávio Lage Siqueira (Hugol). Segundo a unidade de saúde, ela continua na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em estado grave e respira com ajuda de aparelhos.

Conhecida como Zildinha, ela ficou ferida após cair de uma mula durante uma cavalgada na cidade. O filho da prefeita, Amílcar Machado Júnior, conta que os médicos tiraram a sedação da mãe e aguardam como será a reação dela sem o efeito do sedativo. “Eles nos contaram que, na queda, ela apresentou duas áreas de contusões cerebrais, que viraram edemas. Os locais atingidos são áreas nobres do cérebro, mas ainda não há um novo prognóstico”, ressalta.

Amílcar, que também é secretário de Saúde da cidade, conta que a e o apoio das pessoas têm ajudado a enfrentar esse momento. “Nós temos muita fé em Deus. É dele que vem toda a força. Também estamos sentindo muito o carinho das pessoas que têm feito diversas vigílias e correntes de orações para minha mãe. Também recebemos muitas mensagens de amigos e familiares. Eu só tenho a agradecer”, destaca.

Amílcar ressalta que ele, a irmã e o pai têm se reservado nas visitas para acompanhar a saúde da mãe. Segundo ele, uma nova tomografia será realizada nos próximos dias. Apesar de tudo, uma pequena evolução já foi vista pelos médicos no estado de saúde de Zildinha.

Relembre o caso

Zildinha foi submetida a um procedimento cirúrgico de emergência após cair de uma mula durante a abertura da Festa da Queima do Alho de Doverlândia. A prefeita participava de uma cavalgada tradicional para início das festividades, quando o animal que montava se assustou com fogos de artifício e fez com que a mulher caísse.

Ela bateu a cabeça no asfalto. No momento do acidente, a cortejo passava pela Avenida Rio do Peixe, entre a Praça Nova República e a Feira Coberta, no centro da cidade.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionada e prestou os primeiros socorros. Ela foi encaminhada em estado grave para o Hospital Municipal de Doverlândia e em seguida transportada até a cidade de Iporá. De lá, ela seguiu para o Hugol.