Mundo

Após aprovação de lei, homossexuais serão apedrejados até a morte em Brunei

Lei que passa a valer nesta quarta-feira (3) trata o sexo entre homens e o adultério como crimes que devem ser punidos com a pena máxima


Fabricio Moretti

Do Mais Goiás | Em: 03/04/2019 às 17:35:51


O sultão de Brunei, Hassanal Bolkiah afirma que os ensinamentos islâmicos devem ser mais rígidos (Foto: AFP)
O sultão de Brunei, Hassanal Bolkiah afirma que os ensinamentos islâmicos devem ser mais rígidos (Foto: AFP)

O sultão de Brunei instaurou hoje a pena de morte por apedrejamento para punir as relações homossexuais e o adultério. A mudança na legislação é resultado de uma reforma do código penal inspirada na sharia, a lei islâmica. No entanto, o artigo do código penal que trata a homossexualidade como crime, e que estabelece a pena de morte, se aplica tanto aos muçulmanos como aos não muçulmanos.