FolhaPress

Após acusações de estupro, Corinthians desiste de convidar Prior

Prior não vai mais integrar o Corinthians Fut 7. Ex-BBB é acusado de ter estuprado duas mulheres e tentado estuprar uma terceira

Após acusações de estupro, Corinthians desiste de convidar Felipe Prior
Prior não vai mais integrar o Corinthians Fut 7. Ex-BBB é acusado de ter estuprado duas mulheres e tentado estuprar uma terceira (Foto: Reprodução/TV Globo)

Depois de ter tido sua participação na edição do Fantástico que foi ao ar neste domingo (5) cancelada pela Globo, o ex-BBB Felipe Prior também não vai mais integrar o Corinthians Fut 7, time de futebol de 7 (mais conhecido por futebol society) do clube.

Prior havia sido aprovado pela avaliação técnica da comissão, direção e elenco da equipe, que desistiu de efetivar o convite após receber acusações de estupro e tentativa de estupro.

O anúncio foi feito por meio de comunicado oficial postado no Instagram do Corinthians Fut 7 pela MSJ Representações, empresa licenciada pelo clube que é responsável por realizar as contratações da equipe.

“Devido às últimas notícias recentemente divulgadas sobre o referido atleta Prior, o Corinthians F7 decidiu por não efetivar o convite e aguarda o esclarecimento dos fatos para se pronunciar posteriormente”, dizia o esclarecimento.

Eliminado do BBB 20 no paredão que bateu recorde de votos, Felipe Prior é acusado de ter estuprado duas mulheres e tentado estuprar uma terceira, após uma festa de jogos universitários. Através de um vídeo, ele negou as informações.

“Estou muito chateado mesmo, muito chateado. Desconheço os fatos apresentados, nunca cometi nenhuma violência sexual contra ninguém. Sou inocente, sou inocente. O que me deixa mais chateado é saber que depois que eu entrei na casa as pessoas apresentaram uma denúncia pesada contra mim. Os meus advogados estão tomando todas as providências (…)”, disse Prior.

InterFAU afirmou, em nota, que Prior não poderia ingressar e tampouco participar das atividades do evento desde outubro de 2018, justamente por causa de denúncias envolvendo-o em casos de assédio “além de uma acusação de crime sexual durante o InterFAU de 2018″.

Justiça nega pedido de medida protetiva contra Felipe Prior; defesa recorrerá