Do Mais Goiás

Após 7 dias, homem com mais de 100 anos é resgatado vivo de escombros no Nepal

Segundo afirmaram fontes dos serviços de resgate ao jornal local “Kantipur”, o estado de saúde do homem era, aparentemente, bom, com exceção de alguns pequenos cortes nos lábios


//

Um nepalês com mais de 100 anos de idade foi resgatado com vida sob os escombros de sua casa uma semana depois do terremoto que atingiu o Nepal, anunciou a polícia local neste domingo.

O idoso foi encontrado no sábado por uma equipe de resgate da polícia nepalesa em Kimtang-8, no distrito de Nuwakot (ao norte de Katmandu, capital do país), afirmou o porta-voz do Ministério do Interior, Laxmi Prasad Dhakal.

“Embora vários meios de comunicação tenham especulado sobre sua idade, a única coisa que podemos dizer é que supera os 100 anos”, disse Dhakal, que acrescentou que o idoso foi trasladado de helicóptero ao hospital mais próximo.

Segundo afirmaram fontes dos serviços de resgate ao jornal local “Kantipur”, o estado de saúde do homem era, aparentemente, bom, com exceção de alguns pequenos cortes nos lábios.

O porta-voz do Ministério do Interior nepalês havia assegurado ontem que existiam “poucas possibilidades de encontrar alguém com vida” sob os escombros, embora isso não impedisse que as equipes de resgate continuassem as buscas.

Até sábado, a última pessoa resgatada tinha sido uma jovem de 24 anos, que foi tirada dos escombros de um edifício em Katmandu na noite de quinta-feira por equipes do Nepal, Israel e Noruega, após permanecer 128 horas sob a terra.

No mesmo dia, um adolescente de 15 anos, Pemba Lama, foi resgatado após 120 horas nas ruínas do edifício de sete andares em que trabalhava na área de Gongabu.

O terremoto devastou vários distritos do Vale de Katmandu e setores da capital nepalesa, deixando mais de 7 mil mortos e 14 mil feridos. De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), o terremoto destruiu 160.786 casas e outras 143.673 ficaram danificadas no Nepal.