Tecnologia

Aplicativo dá acesso a várias academias de Goiânia com apenas uma mensalidade

Com planos para todos os bolsos, o Fitstop promete flexibilidade e mais opções para atletas em todo o estado


Murillo Soares

Do Mais Goiás | Em: 04/06/2018 às 12:19:07


Matheus Peixoto, Poliana Level e Bruno Nunes (Foto: Mais Goiás)
Matheus Peixoto, Poliana Level e Bruno Nunes (Foto: Mais Goiás)

Naiara é uma empresária que viaja quase todo mês para cidades do interior de Goiás para visitar as filiais de sua empresa. Ela pratica exercícios regularmente e a falta de rotina a faz, vez ou outra, pagar mensalidades de várias academias para não perder sua rotina de treinos.

Por outro lado, Arthur, um estagiário, já perdeu muito dinheiro com sua academia. Ele paga uma mensalidade cara, mas nem sempre consegue treinar porque fica atolado no trabalho ou na faculdade e sempre termina seus compromissos quando a academia está fechada.

Os dois têm o mesmo problema: a falta de flexibilidade e horários para praticar exercícios físicos. A solução para Naiara e Arthur é a mesma, o aplicativo Fitstop, cujo objetivo principal é garantir que o usuário não fique sem treinar. Ao invés de pagar várias mensalidades em academias diferentes, a ideia é pagar uma única mensalidade e ter acesso a vários estabelecimentos e várias modalidades além da musculação, como natação, dança, crossfit e ergometria.

Usando serviços de geolocalização, ele dá uma gama de academias próximas ao cliente. Ao todo, já são mais de 100 estabelecimentos cadastrados em Goiânia. Cidades da região metropolitana, interior do estado e Boa Vista (RR) também  já estão abastecidas com o aplicativo.

Assim, Naiara pode se exercitar durante suas viagens e Arthur pode ir a uma academia perto do trabalho ou da faculdade para otimizar seu tempo.

(Foto: Divulgação)

Aquecimento

O Fitstop surgiu da necessidade do seu próprio CEO, Bruno Nunes. “Eu fazia faculdade e trabalhava, mas sempre malhei perto de casa. Muitas das vezes, porém, passava o dia todo na rua e, quando eu conseguia voltar para minha residência, a academia já tinha fechado”, conta. “Qualquer imprevisto que acontecesse, eu perdia o treino”, completa.

A solução encontrada por ele, à época, foi pagar mensalidade em duas academias: uma perto de casa e uma perto do trabalho. “Acontecia ainda de muitas vezes eu precisar ir para a faculdade mais cedo. E me vi quase pagando uma terceira mensalidade perto de onde eu estudava”, afirma. Neste caso, já pesaria muito para o bolso de Bruno.

“Então, eu vi uma oportunidade para a solução deste problema: se eu pudesse pagar apenas uma mensalidade para treinar nestas três academias, seria excelente”, sublinha. A partir daí, Bruno entrou em contato com um antigo parceiro de negócios, Matheus Peixoto, que acabou se tornando o Diretor Comercial do Fitstop.

(Foto: Divulgação)

Membros superiores e inferiores

Apenas com a ideia, conta Matheus, os dois começaram a fechar com academias em Goiânia. “Antes mesmo de o aplicativo ficar pronto”, lembra. Entretanto, para que o projeto começasse a ficar mais definido, precisam de Poliana Level, Analista Financeira do Fitstop, que também passou por um dilema similar ao de Bruno. “Eu abracei a ideia porque era uma necessidade minha como consumidora”, diz ela.

Level é de Boa Vista, mas antes de se instalar definitivamente em Goiânia pagava mensalidade de academia aqui e lá. “Hoje, eu sou livre para malhar todos dias. E, se eu quiser, ir cada dia em uma academia diferente e fazer uma modalidade diferente”, sublinha. Em planos mais ambiciosos, Matheus, Poliana e Bruno pretendem expandir o aplicativo para todo o Brasil.

O download e o cadastro do aplicativo são gratuitos. Para utilizar as academias, entretanto, há planos que variam entre R$ 69,90 e R$ 349,90, cobrados no cartão de crédito mensalmente. Há opções para frequentar os estabelecimentos todos os dias ou três vezes por semana. Independente da frequência, o usuário tem acesso a todas as modalidades da academia.

(Foto: Divulgação)

“O que varia os preços é o nivelamento das academias”, explica Bruno. O Fitstop tem três planos: Smart, Advanced e Premium. O primeiro, mais barato, foca em academias de bairro, mais básicas. O segundo, intermediário, dá acesso a estabelecimentos um pouco melhores, além daqueles do plano anterior. O último permite que o atleta treine em todas as academias disponíveis no aplicativo.

“Ainda há a opção Leve um Amigo. Por mês, disponibilizamos quatro convites para que o usuário chame outras pessoas para treinar com ele”, sublinha Matheus. Tudo é feito através da geração de um código facilmente compartilhado.

Alongamento

As mais de 100 academias cadastradas do aplicativo mostram de forma clara todas as informações que o cliente pode precisar: horário de funcionamento, endereço, fotos e as modalidades disponíveis.

Para ampliar ainda mais as opções, o Fitstop está sempre procurando por novas academias parceiras. O cadastramento é feito através do site do aplicativo. “Os estabelecimentos ganham uma porcentagem da mensalidade do usuário sempre que ele a utiliza. Além de usar a nossa plataforma como divulgação ou como geolocalizador de academias”, aponta Bruno.