QUARENTENA

Apesar de vídeo pela abertura do comércio, prefeito de Iporá vai cumprir decreto, diz Roller

“Ele me disse que fez um vídeo explicando o posicionamento dele, que era contra, mas que ia cumprir”, explicou o secretário de Governo


Francisco Costa
Do Mais Goiás | Em: 06/04/2020 às 16:47:09

Secretário de Governo de Goiás, Ernesto Roller (Foto: Da redação do Mais Goiás)
Secretário de Governo de Goiás, Ernesto Roller (Foto: Da redação do Mais Goiás)

O secretário de Governo de Goiás, Ernesto Roller, foi pego de surpresa ao saber que o prefeito de Iporá, Naçoitan Araújo Leite (PSDB), voltou a pedir a reabertura do comércio na cidade, nesta segunda-feira (6), em vídeo, conforme noticiado pelo Mais Goiás. Apesar do gestor admitir a gravação, segundo Roller – que ligou para o ele após o primeiro contato com o portal –, o líder do Executivo municipal garantiu que vai cumprir a quarentena do novo coronavírus, como combinado no último domingo (5). “Ele me disse que fez um vídeo explicando o posicionamento dele, que era contra, mas que ia cumprir”, garantiu o titular da pasta do Estado.

Como relatado, no primeiro contato com a equipe de reportagem, Roller ainda não sabia do atual vídeo. “Ele disse que não faria. É surpreendente”, reagiu. De acordo com o secretário, no domingo ele sentiu que a situação estava resolvida. “Vou ligar para ele”, encerrou a entrevista e pediu que a ligação fosse retornada mais tarde.

Então, depois de conversar com o prefeito, Ernesto explicou que nada mudou. Questionado se este tipo de vídeo, que movimenta a população, não seria prejudicial, ele evitou polemizar. “Tem aí um ingrediente de ordem política pessoal. O importante para nós é que haja o cumprimento do decreto”, reforçou. “Ele só externou a posição dele por conta da manifestação do povo. Mas disse que vai cumprir.”

O Mais Goiás tentou contato com Naçoitan Araújo, mas não obteve retorno. O espaço permanece aberto.

Vídeo

Em vídeo divulgado nas redes sociais, o prefeito de Iporá voltava a pedir a reabertura do comércio na cidade. Na gravação, ele informa que cumpriu o decreto válido até dia 4/4, mas defendeu uma reabertura ordeira na cidade. Ele relatou que o momento é de união, não de fazer política. O prefeito argumentou que comerciantes têm manifestado que haverá a demissão de funcionários.

“O povo do interior de Goiás é um povo do bem, é um povo que quer trabalhar. Hoje recebi a ligação de um comerciante às 6h30, dizendo que dos oito funcionários que tem, cinco vão ser mandados embora agora de manhã porque não tem como abrir o comércio. Não precisa dessa ditadura em Goiás, não há isso mais, nós estamos em 2020”, reclamou o prefeito.

Recomendação

Vale destacar que a 1ª Promotoria de Justiça de Iporá do Ministério Público de Goiás (MP-GO), recomendou, no último sábado (4), que o prefeito adotasse todas as providências necessárias para executar e fiscalizar as medidas de prevenção e enfrentamento à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), em especial as de quarentena, já adotadas em âmbito estadual, por meio de decretos emitidos pelo Poder Executivo.

No domingo, o secretário Ernesto Roller esteve com Naçoitan e convenceu o prefeito a não reabrir o comércio. Um decreto municipal que autorizava a retomada das atividades comerciais já havia sido editado.

Desta forma, conforme conversado com Roller, nesta tarde, a situação permanece como combinada no dia 5. Nada de flexibilização. Obediência ao decreto.