Indefinição

Apesar de Lula, PT deve indicar vice até segunda

Na sexta, petistas defendiam a indicação da pré-candidata do PCdoB, Manuela D'Avila, para o posto. Mas Lula prefere alguém com credenciais para falar em nome do PT; Haddad e Jaques Wagner são ventilados

Brasil

FolhaPress
FolhaPress
Do FolhaPress | Em: 04/08/2018 às 10:56:28

Antes de qualquer definição, o PT consultará advogados e partidos que ainda não indicaram vices para tomar sua decisão. (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)
Antes de qualquer definição, o PT consultará advogados e partidos que ainda não indicaram vices para tomar sua decisão. (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

Apesar da orientação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em contrário, os dirigentes do PT defendem a indicação do vice do partido até a segunda-feira (6), evitando confrontos com a Justiça Eleitoral.

Autorizada por Lula, a cúpula do partido deverá se reunir na segunda, caso identifique riscos de anulação da chapa sem indicação do vice.
Segundo petistas, Lula determinou, em reunião na tarde de sexta-feira (3), que fosse cumprido o cronograma originalmente acertado. Pelo seus planos, a chapa seria registrada no dia 15.

O ex-presidente deixou, no entanto, aberta a brecha para indicação de um vice em caso de riscos.

Na sexta, petistas defendiam a indicação da pré-candidata do PCdoB, Manuela D’Avila, para o posto. Mas Lula prefere alguém com credenciais para falar em nome do PT.

Na reunião, os nomes de Fernando Haddad e Jaques Wagner foram mencionados. A definição aconteceria na segunda, porque os advogados do ex-presidente podem visitá-lo nos dias úteis.

Antes de qualquer definição, o PT consultará advogados e partidos que ainda não indicaram vices para tomar sua decisão.