Do Mais Goiás

Aparecida suspende primeira etapa de vacinação pela terceira vez em abril

"Pinga-pinga" de distribuição de doses aos municípios goianos causa interrupções constantes na campanha de vacinação

Vacinação em Aparecida (Foto: Wigor Vieira/SecomAparecida)
Vacinação em Aparecida (Foto: Wigor Vieira/SecomAparecida)

Por falta de estoque, Aparecida suspende primeira etapa de vacinação contra Covid-19 pela terceira vez apenas no mês de abril. Atendimento nos pontos drive-thru da cidade está interrompido até chegada de novas doses do imunizante distribuídas pelo Ministério da Saúde (MS). “Pinga-pinga” de distribuição de estoque de vacinas aos municípios goianos causa interrupções constantes na ampliação da imunização com aplicação da primeira dose das vacinas em todo estado.

No dia 30 de março, a prefeitura de Aparecida anunciou a ampliação da campanha de imunização para idosos de 64 anos com a chegada de novas doses do MS. No entanto, o estoque findou no dia 5 de abril e a primeira suspensão do mês foi anunciada. No dia 9 de abril, uma nova remessa – com quantidade de doses reduzida – chegou ao município e permitiu a vacinação por apenas mais um dia, quando foi interrompida novamente no dia 10 de abril.

Seis dias depois, no dia 16, Aparecida retomou a primeira etapa de imunização com ampliação da idade do grupo prioritário para idosos acima de 61 anos. No entanto, o estoque de 3,6 mil doses destinada a esta etapa de imunização  durou apenas três dias e foi suspensa de novo na última segunda-feira (19).

Campanha continua

Com o fim do último estoque de doses destinadas à primeira etapa de imunização,  a aplicação das vacinas deve seguir apenas em idosos acima de 61 anos e profissionais de saúde que já estiverem agendados. Ainda restam doses reservadas para integrantes das forças de segurança que estão sendo vacinadas nos seus respectivos locais de trabalho.

A coordenadora de imunização da Secretaria de Saúde do município, Renata Cordeiro, afirma que está seguindo o cronograma do Ministério da Saúde e que as atividades de vacinação nos drives por baixo estoque de vacinas. “Conforme cheguem novas remessas com novas doses de vacinas, retomamos a aplicação com possível ampliação da idade”, comentou a coordenadora de Imunização da SMS, Renata Cordeiro.