Do Mais Goiás

André Trigueiro lança livro Cidades e Soluções durante o 19º Fica

"A gente está tentando mostrar que, apesar de toda essa aura sombria que paira hoje sobre o Brasil e o mundo, tem jeito", diz

O jornalista André Trigueiro, especialista em jornalismo ambiental, professor, escritor e apresentador e editor-chefe do programa Cidades e Soluções, da Globo News, esteve novamente na cidade de Goiás participando do Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica) neste sábado (24).  Ele lançou pela primeira vez no estado seu livro Cidades e Soluções: como construir uma sociedade sustentável, alinhado com o tema Cidades Sustentáveis do evento. A apresentação da obra foi realizada na casa de Cora Coralina.

Trigueiro não é estranho ao festival: ele relembrou ter participado pela primeira vez em 2005, já tendo sido jurado e até mesmo presidido o júri. “Tenho uma relação com essa cidade, com esse festival, muito especial”, contou. “Organizamos no Rio de Janeiro algumas mostras chamadas Fica no Rio, levando os premiados em diferentes categorias para a população conhecer filmes que jamais entrariam no circuitão”.

Para ele, o evento cumpre o papel “subversivo” do ambientalismo, tocando no assunto em um bioma devastado, em meio ao agronegócio, com bacias hidrográficas que precisam ser preservadas. “Quantos filhotes do Fica não estão por aí aprontando?”, questionou, “Ano que vem são 20 anos de Fica – então multiplique por 20 a quantidade de pessoas que participaram e se sentiram valorizadas. A nova geração de cineastas, documentaristas, animadores de Goiás  – o Fica está empoderando uma garotada”.

Sobre a obra, o ambientalista revelou estar feliz em lançá-lo no mês do meio ambiente. “O livro traz o nome de um programa que está no ar há dez anos na Globo News, mais de 400 edições exibidas. Nós conquistamos ao longo desse tempo 24 prêmios. Esse programa foi o primeiro da TV a compensar as emissões de CO²”.

“Decidimos reunir as mais interessantes experiências no Brasil e no mundo, o que mudou para melhor a vida das pessoas, o que transformou a realidade das cidades, otimizou o uso inteligente de matéria prima”, explica. Para ampliar ainda mais o público alvo, a obra conta com “ecodicas”, que ensinam atividades simples e eficazes que podem ser feitas mesmo em casa.

Para o jornalista, “tem um sabor especial lançar esse livro no auge de uma crise política, econômica, ética e ambiental. Na orelha do livro eu escrevo assim: ‘É nos momentos de crise que as soluções se revelam mais urgentes e valiosas’”.

“Experimentamos uma crise ambiental sem precedentes na história da humanidade, isso está claramente diagnosticado. O livro traz soluções efetivas para problemas da atualidade que boa parte das pessoas, sejam governantes, empresários, síndicos ou donas de casa, não se tocaram de que tem jeito”, defende. “A gente está tentando mostrar que, apesar de toda essa aura sombria que paira hoje sobre o Brasil e o mundo, tem jeito, há uma esperança”.