Ton Paulo
Do Mais Goiás

Anápolis flexibiliza restrições e estuda retorno das aulas presenciais

Conforme a prefeitura, tudo vai depender "do consenso de representantes" das áreas de saúde e educação

Debate do retorno às aulas presenciais vai parar na justiça
Foto: Reprodução

A prefeitura de Anápolis anunciou, na última quarta-feira (14), a flexibilização dos protocolos de prevenção contra o novo coronavírus. A partir de agora, fica liberada a realização de cursos livres sem restrição de idade do público e eventos de até 250 pessoas. A prefeitura informou ainda que estuda o retorno presencial das aulas no munícipio e que já está consultando os órgãos competentes para a tomada da decisão.

Entre as alterações divulgadas ontem, quarta-feira, está a edição de um protocolo único, trazendo a homogeneização das regras e com a flexibilização de mais atividades.

Com a nova determinação, ficam liberados eventos de até 250 pessoas, desde que cumpram as medidas de distanciamento e uso de máscara. Além disso, os shoppings voltam a funcionar em horário normal. Ensino de esportes e demais centros esportivos ficam liberados a funcionar com 50% da capacidade dos campos. Já as atividades aquáticas podem ocorrer sem limite de pessoas na piscina. O decreto também põe fim à restrição por idade dos cursos livres.

Os estabelecimentos comerciais de alimentação ficam autorizados a funcionarem até às 2h, com 50% da capacidade.

Retorno das aulas

De acordo com a Prefeitura de Anápolis, a volta das aulas presenciais nas escolas está sendo estudada. Ao Mais Goiás, um assessor da prefeitura disse que a decisão final deve ser tomada nas próximas semanas, uma vez que depende do consenso entre representantes das áreas de saúde e educação.

“Por enquanto, as Secretarias de Educação e de Saúde estão organizando uma estratégia de retorno”, disse a prefeitura.