Amigos fazem vaquinha para trazer corpo de goiana morta nos EUA para o Brasil

Iniciativa tem objetivo de ajudar família com custos do envio do corpo e de objetos pessoais

Amigos fazem vaquinha para trazer corpo de goiana morta nos EUA para o Brasil
Amigos fazem vaquinha para trazer corpo de goiana morta nos EUA para o Brasil

Amigos de Lídia Lúcia Ferreira Borges, encontrada morta junto com o corpo do ex-namorado dentro do apartamento dele nos EUA, organizaram uma vaquinha virtual para ajudar a trazer o corpo dela para o Brasil. A iniciativa tem o objetivo de ajudar a família com os custos do envio do corpo e de objetos pessoais.

“Viemos aqui para pedir ajuda, para podermos enviar o corpo pra o Brasil. Sabemos que não é fácil para a família, nem pra ninguém. Ela sempre ajudou o próximo sem pensar a quem”, diz o texto da vaquinha.

A família de Lídia, que mora em Caldas Novas e está organizando o envio do corpo. Os documentos já foram enviados e a previsão é que ela chegue ao Brasil no começo de janeiro. Os interessados em ajudar podem fazer doações clicando aqui.

Relembre o caso

De acordo com relatos de uma amiga, que não quis se identificar, Lídia saiu para trabalhar e não retornou. A polícia foi acionada e localizou o carro da vítima parado em frente ao prédio onde ela foi encontrada.

O ex-namorado também era brasileiro e não teve a identidade divulgada. De acordo com a amiga, ele mudou completamente depois que o relacionamento terminou, há cerca de sete meses. Ela afirmou que ele ficou obcecado por ela após o fim do namoro, a perseguia e ligava insistentemente para ela.

O caso continua a ser investigado pela polícia de São Francisco. A corporação publicou uma nota afirmando que foi acionada por volta das 15 horas (horário local), por membros da família, que alertaram sobre a possibilidade do crime. Chegando ao local, encontraram os dois corpos e identificaram que o homem era o inquilino do local.