Violência

Ambulante morre na noite de Natal após ser espancado em estação do metrô de SP

Vítima vendia salgados e refrigerantes do lado de fora da estação quando teria tentando defender um homossexual que estava sendo agredido por dois homens


Estadao Conteúdo
Estadao Conteúdo
Do Estadao Conteúdo | Em: 26/12/2016 às 19:30:35


O ambulante Luiz Carlos Ruas, de 54 anos, morreu na madrugada desta segunda-feira (26) após ser espancado por dois homens na estação Pedro II, na linha 3-vermelha do Metrô, na região central da capital paulista.

De acordo com informações da polícia, a vítima vendia salgados e refrigerantes do lado de fora da estação quando teria tentando defender um homossexual que estava sendo agredido por dois homens – que passaram então a agredi-lo com violência.

Ruas ainda tentou correr em direção à bilheteria da estação, mas foi perseguido pelos agressores, que continuaram a atingi-lo com vários golpes. A vítima chegou a ser socorrida para o Hospital do Servidor Público Municipal, na Aclimação, zona sul de São Paulo, mas não resistiu.

A Polícia Civil analisa as imagens das câmeras de segurança para tentar identificar os dois autores do crime. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) não descarta que os dois homens sejam integrantes de grupos de intolerância.