Fatalidade

Aluno de jiu-jítsu morre depois de levar golpe durante aula em Brasília

A família do auxiliar administrativo afirmou ao G1 que ele foi levado a um hospital público em dois dias seguidos e não recebeu atendimento porque o caso não era considerado grave





//

Um aluno de jiu-jítsu de 32 anos morreu após sofrer o golpe conhecido como mata-leão durante uma aula em uma academia de Brasília.

A família de Napoleão José Alves afirmou ao ‘G1’ que o auxiliar administrativo foi levado a um hospital público em dois dias seguidos e não recebeu atendimento porque o caso não era considerado grave. Alguns dias depois, ele conseguiu atendimento, mas teve a morte cerebral constatada.

Em nota, a Secretaria de Saúde afirma que Napoleão deu entrada em uma unidade de saúde no dia 26 de setembro e que exames apontaram que o homem teve um traumatismo craniano provocado pela pancada, que aconteceu no final do mês passado.