ELEIÇÕES 2020

Aliança entre PSD e DEM deve definir vice para Goiânia nesta terça

Articulações devem definir o nome para vice, vindo do próprio Democratas ou do Progressista


Eduardo Pinheiro
Do Mais Goiás | Em: 15/09/2020 às 08:52:09

Senador Vanderlan Cardoso, PSB (Foto: Divulgação)
Senador Vanderlan Cardoso, PSB (Foto: Divulgação)

A composição da chapa do senador Vanderlan Cardoso (PSD) à Prefeitura de Goiânia deve ser anunciada nesta terça-feira (15). Com o apoio direto do governador Ronaldo Caiado (DEM), as articulações devem definir o nome para vice, vindo do próprio Democratas, do Progressista ou de outros três partidos da base governista para compor a aliança.

Com a aproximação entre base governista e PSD, a chapa ganha musculatura para a disputa que tem como principal adversário o ex-governador Maguito Vilela (MDB). Reunião da liderança do PSD com Caiado, realizada na noite de segunda-feira (14), acertou pontos da aliança. No entanto, o governador ainda não anunciou quem seria o vice.

Em entrevista à Rádio Sagres 730, o presidente do PSD, Vilmar Rocha, disse que 2022 não entrou no acordo selado entre o governo estadual e a candidatura de Vanderlan a prefeito de Goiânia.

Aliança

A aliança entre PSD e DEM nasceu a partir da saída do prefeito Iris Rezende (MDB) da disputa à reeleição. Com isso, Maguito Vilela (MDB) anunciou pré-candidatura e sondou o governo estadual sobre possível coligação. O PSD, que até então tinha o deputado federal Francisco Jr como pré-candidato, saiu na frente com Vanderlan colocando seu nome na disputa e conseguiu o apoio de Caiado.

Vanderlan é considerado um forte player para a disputa ao Paço, com bom desempenho em pesquisas internas. O senador foi testado em Goiânia em 2014, como candidato a governador, e em 2016, como candidato a prefeito, ambos pelo PSB.